notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
1.7.09
Menina surpreendeu mãe e médicos, mas passa bem e deve ser liberada ainda nesta semana.

Um bebê pesando 6,3 quilos e medindo 55 centímetros nasceu no hospital de Townsville, na Austrália. A menina Chelsea Rose Mackay tem menos de uma semana de vida, mas já usa roupas para bebês com até seis meses de idade. Ela é cinco vezes maior do que uma companheira de berçário, Melinda Burns, que nasceu prematura aos sete meses de gestação, com menos de um quilo.
O médico neonatologista Yoga Kandasamy, do hospital de Townsville, disse à BBC Brasil que geralmente a causa de bebês nascerem bem maiores é genética, devido a algum tipo de síndrome ou, mais frequentemente, se a mãe é diabética.
"Ou pode ser apenas um bebê normal, sendo maior do que os outros sem causas mais graves", disse o médico. Segundo Kandasamy, este é o caso de Chelsea, que é saudável, assim como a mãe, Danielle Mackay.
Dieta
Danielle teve de passar por uma cesária devido ao tamanho anormal do bebê, que foi uma surpresa para a mãe de primeira viagem. "Os médicos já haviam me dito que ela seria grande, pois minha barriga era enorme, mas eles esperavam que pesasse cerca de quatro quilos, e não mais de seis", disse ela, que trabalhava em uma estação rural e tinha uma dieta, mesmo durante a gestação, rica em carne e vegetais. "Isso pode ter contribuído para o tamanho do bebê", brincou Danielle.
Chelsea deve ir para casa ainda nesta semana. Segundo o Guinness World Records, até 2005, o maior recém-nascido da história pesava 10,8 quilos e nasceu no Canadá, em 1879. Ele, no entanto, morreu 11 horas depois de nascer.


G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:05  comentar

Uma ovelha deu à luz cordeiros gêmeos de cores diferentes, um com pelagem branca e o outro com pelagem negra, na Austrália.Segundo o professor da faculdade de veterinária da Universidade de Sydney Francis Sabbe, o fato é extremamente raro."Foi a primeira vez que vi algo assim", disse Sabbe à BBC Brasil.
A dupla de cordeiros, apelidados pelos seus donos de "sal e pimenta", surpreendeu os fazendeiros Jan e Brian Cowan."Sabíamos que seriam gêmeos, mas não que era possível virem com essa combinação", disse Jan à BBC Brasil."Sal e pimenta" nasceram de uma ovelha branca da raça Border Leicester e de um carneiro de face e peito negros da raça Suffolk em uma fazenda em Manning Valley, no Estado de Nova Gales do Sul.
Segundo o veterinário dos cordeirinhos, Bec Muir, mesmo sendo um evento raro, o carneiro de pêlo negro poderia daqui a uns meses mudar de cor. No entanto ele explicou que, como o animal tem o focinho e as patas também negros, deve permanecer na cor que nasceu.Os fazendeiros disseram que os animais são inseparáveis."Nós os mantemos dentro de um redil próximo a casa para protegê-los das raposas", disse Jan, que disse que o futuro dos cordeiros será ajudar na fábrica de queijos que começou a construir. "Quanto mais filhotes, mais leite."



Na Terra dos Cangurús
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:05  comentar

30.6.09

Ele foi encontrado quando mecânicos revisavam veículo.Dono do carro diz que não ouviu barulho durante viagem.

Um cachorro viajou cerca de 300 km, de Guarapuava (PR) até Curitiba (PR), escondido em um espaço na suspensão dianteira de um carro, na semana passada. O animal, que aparenta ter pouco mais de três meses de idade, foi encontrado pelos mecânicos no momento em que eles faziam a revisão do veículo.
O motorista fez a viagem sem saber que o animal estava no carro. “É inacreditável saber que ele viajou tanto e chegou bem”, diz uma funcionária da oficina.
Luzimar Albini, mecânico que encontrou o cachorro, diz que levou um susto ao perceber o passageiro clandestino. “Já encontramos pedras, pássaros mortos, mas um cachorro vivo, nunca”, afirma o mecânico.
O dono do carro também ficou surpreso. Ele disse que, durante a viagem, não percebeu nenhum barulho estranho no carro.
O cachorro foi adotado por uma das funcionárias da oficina mecânica. “Ele tinha um machucado, mas cuidamos dele, levamos ao pet shop e ao veterinário. Agora ele tem carinho, e isso é o mais importante”, diz Vânia Coco.



G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:24  comentar

29.6.09
O dia de São Pedro é comemorado em 29 de junho.

Esta é sua história: "São Pedro, discípulo de Jesus nascido em Betsaida, cujas principais fontes de informação sobre sua vida são os quatro Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), os Atos dos Apóstolos, as epístolas de Paulo e as duas epístolas do próprio Pedro.
Irmão do apóstolo André, seu nome original era Simão e na época de seu encontro com Cristo morava em Cafarnaum.
Pescador, tal como os apóstolos Tiago e João, trabalhava com o irmão e o pai e foi apresentado a Jesus por seu irmão, em Betânia, onde tinha ido conhecer o Cristo, por indicação de João Batista. No primeiro encontro Jesus o chamou de Cefas, que significava pedra, em aramaico, determinando, assim, ser ele o apóstolo escolhido para liderar os primeiros propagadores da fé cristã pelo mundo.
Convertido, transformou-se em líder dos apóstolos, foi o primeiro a perceber em Jesus o filho de Deus. Teve, também, seus momentos controvertidos, como quando usou a espada para defender Jesus e na passagem da tripla negação, e de consagração, pois foi a ele que Cristo apareceu pela primeira vez depois de ressuscitar.
Após a Ascensão, presidiu a assembléia dos apóstolos que escolheu Matias para substituir Judas Iscariotes, fez seu primeiro sermão no dia de Pentecostes e peregrinou por várias cidades.
Após se encontrar com São Paulo, em Jerusalém, passou a viver em Roma, onde, segundo a tradição, foi executado por ordem de Nero.
Conta-se, também, que pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, por se julgar indigno de morrer na mesma posição de Cristo.
As crendices populares de que São Pedro ganhou as chaves do céu por ter sido escolhido como líder e, quando chove muito, dizemos que está lavando o céu. Ou ainda que para entrar no céu precisamos ganhar autorização de São Pedro.
Na igreja católica, no dia de São Pedro é feita uma comemoração com uma grande festa junina. Nesta acontecem várias queimas de fogos com danças e muitas comidas típicas.
São Pedro é considerado o mais sério dos três santos juninos. Dizem que santo Antônio é o santo casamenteiro, mas é no dia de São Pedro que se escolhe o melhor pretendente.



( Retirado de corujando.com.br e Brasil Escola)
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:19  comentar

26.6.09
DURBAN - O brasileiro que viaja pela África do Sul topa constantemente com placas inusitadas para o estrangeiro. Fazendo uma pausa no futebol, selecionamos algumas encontradas durante as duas semanas da Copa das Confederações. A primeira da lista, que abre este post, anuncia “aborto seguro”. Esse tipo de publicidade é até comum nas cidades sul-africanas.

Uma das menores sedes da Copa do ano que vem, Nelspruit fica perto do Parque Kruger, a maior reserva animal do país. Não admira, portanto, que à beira da estrada se encontrem placas advertindo para o risco de encontrar hipopótamos na pista.

Literalmente, a placa sobre o cliente da cafeteria diz que o assento é reservado para fregueses “brasileiros”. Na verdade, Brazilian é o nome de uma rede de coffee shops na África do Sul.

O longo texto desta placa, afixada em um acampamento do Parque Kruger, explica que “dar comida às hienas é assinar sua sentença de morte” - porque ao alimentá-las o ser humano as vicia em mendigar comida.

As vuvuzelas, barulhentas cornetas da torcida sul-africana, ficaram conhecidas do mundo inteiro durante a Copa das Confederações. Este outdoor na pequena Polokwane, outra sede da Copa, brinca com a imagem da vuvuzela para dizer que a África do Sul “não vê a hora” de chegar 2010. “Laduma” é um grito que muitos locutores dão, no idioma zulu, quando sai o gol.

Outra placa comum na África do Sul é a que proíbe camelôs em certas áreas urbanas. Esta foi fotografada na orla de Durban

Mais uma placa bilíngue, em inglês e zulu, avisando que South Beach, em Durban, é uma praia imprópria para o banho.

afontenelle


Época
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:59  comentar

DURBAN - O brasileiro que viaja pela África do Sul topa constantemente com placas inusitadas para o estrangeiro. Fazendo uma pausa no futebol, selecionamos algumas encontradas durante as duas semanas da Copa das Confederações. A primeira da lista, que abre este post, anuncia “aborto seguro”. Esse tipo de publicidade é até comum nas cidades sul-africanas.

Uma das menores sedes da Copa do ano que vem, Nelspruit fica perto do Parque Kruger, a maior reserva animal do país. Não admira, portanto, que à beira da estrada se encontrem placas advertindo para o risco de encontrar hipopótamos na pista.

Literalmente, a placa sobre o cliente da cafeteria diz que o assento é reservado para fregueses “brasileiros”. Na verdade, Brazilian é o nome de uma rede de coffee shops na África do Sul.

O longo texto desta placa, afixada em um acampamento do Parque Kruger, explica que “dar comida às hienas é assinar sua sentença de morte” - porque ao alimentá-las o ser humano as vicia em mendigar comida.

As vuvuzelas, barulhentas cornetas da torcida sul-africana, ficaram conhecidas do mundo inteiro durante a Copa das Confederações. Este outdoor na pequena Polokwane, outra sede da Copa, brinca com a imagem da vuvuzela para dizer que a África do Sul “não vê a hora” de chegar 2010. “Laduma” é um grito que muitos locutores dão, no idioma zulu, quando sai o gol.

Outra placa comum na África do Sul é a que proíbe camelôs em certas áreas urbanas. Esta foi fotografada na orla de Durban

Mais uma placa bilíngue, em inglês e zulu, avisando que South Beach, em Durban, é uma praia imprópria para o banho.

afontenelle


Época
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:59  comentar

O norte-americano Hilary Berseth faz esculturas com uma matéria-prima bem incomum: favos de mel.
O artista condiciona as abelhas a construírem os favos em moldes específicos, e a substância acaba ganhando o contorno imaginado por Berseth. De acordo com o site Boing Boing, as fôrmas são feitas de metal, e então as abelhas são liberadas para fazerem o trabalho. "Eu sabia que elas eram organizadas e boas no trabalho em grupo", afirma o artista.
A colônia de insetos recobre o interior do molde com células de cera, que são depois preenchidas com mel.
Segundo o idealizador, o objeto tem o formato espiral de um catavento. "Fiquei surpreso quando abri o molde e vi que consegui manipular o instinto das abelhas", afirma o artista que, apesar do resultado inusitado, não ficou imune às picadas desses insetos.



Globo Rural
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:07  comentar

O norte-americano Hilary Berseth faz esculturas com uma matéria-prima bem incomum: favos de mel.
O artista condiciona as abelhas a construírem os favos em moldes específicos, e a substância acaba ganhando o contorno imaginado por Berseth. De acordo com o site Boing Boing, as fôrmas são feitas de metal, e então as abelhas são liberadas para fazerem o trabalho. "Eu sabia que elas eram organizadas e boas no trabalho em grupo", afirma o artista.
A colônia de insetos recobre o interior do molde com células de cera, que são depois preenchidas com mel.
Segundo o idealizador, o objeto tem o formato espiral de um catavento. "Fiquei surpreso quando abri o molde e vi que consegui manipular o instinto das abelhas", afirma o artista que, apesar do resultado inusitado, não ficou imune às picadas desses insetos.



Globo Rural
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:07  comentar

Polícia convocou comunidade e usou até helicóptero nas buscas.Muumbe Hapenga estava no quarto de hóspedes da própria casa.

Quando a pequena Muumbe Hapenga, 2 anos, escolheu o local ideal para tirar uma soneca, ela não imaginou que iria deixar uma cidade britânica em pânico. Sem conseguir encontrar a filha, o enfermeiro Austen Hapenga chegou a chamar a polícia para auxiliar nas buscas por Leicester, na região central da Inglaterra.
Foram duas horas de desespero até que a criança fosse encontrada dormindo, calmamente, dentro de uma mala de roupas deixada no quarto de hóspedes da casa de Hapenga.

"Fiquei pensando nas coisas que podem acontecer com uma criança, e fiquei com medo", afirmou o pai ao jornal "Daily Mail". A mãe, Grace, que também é enfermeira, estava trabalhando quando foi informada por policiais que sua filha estava desaparecida. "Desabei e chorei. Depois, quando disseram que ela havia sido encontrada, voltei pra casa correndo."
As autoridades de segurança chegaram a acionar a comunidade para ajudar nas buscas por por parques públicos e praças em Leicester. Até mesmo o helicóptero da polícia, com câmeras sensíveis ao calor, foi utilizado.



G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:36  comentar

Polícia convocou comunidade e usou até helicóptero nas buscas.Muumbe Hapenga estava no quarto de hóspedes da própria casa.

Quando a pequena Muumbe Hapenga, 2 anos, escolheu o local ideal para tirar uma soneca, ela não imaginou que iria deixar uma cidade britânica em pânico. Sem conseguir encontrar a filha, o enfermeiro Austen Hapenga chegou a chamar a polícia para auxiliar nas buscas por Leicester, na região central da Inglaterra.
Foram duas horas de desespero até que a criança fosse encontrada dormindo, calmamente, dentro de uma mala de roupas deixada no quarto de hóspedes da casa de Hapenga.

"Fiquei pensando nas coisas que podem acontecer com uma criança, e fiquei com medo", afirmou o pai ao jornal "Daily Mail". A mãe, Grace, que também é enfermeira, estava trabalhando quando foi informada por policiais que sua filha estava desaparecida. "Desabei e chorei. Depois, quando disseram que ela havia sido encontrada, voltei pra casa correndo."
As autoridades de segurança chegaram a acionar a comunidade para ajudar nas buscas por por parques públicos e praças em Leicester. Até mesmo o helicóptero da polícia, com câmeras sensíveis ao calor, foi utilizado.



G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:36  comentar


pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
blogs SAPO