notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
5.7.09
Ativistas pelos direitos dos animais protestaram neste domingo, na Espanha, contra os maus-tratos ao touros no tradicional festival de São Firmino, que acontece em Pamplona.
O festival de São Firmino acontece anualmente em Pamplona, na Espanha, e o principal cenário dos festejos são as ruas da cidade, nas quais todos os dias, acontecem os "encierros", nos quais os participantes correm na frente de touros enraivecidos.



Fonte: Último Segundo


Na Espanha, em Portugal e também na Bolívia, ocorre uma vergonha mundial: as touradas.
Num circo macabro com platéia sádica, touros são furados para sentir muita dor e com isso reagirem de forma agressiva e proporcionar um espetáculo de horror que deveria sem banido para sempre!
O pobre animal vê seu tormento encerrado com a morte... ali frente a uma turba inexplicavelmente feliz...
Em Portugal a lei proíbe a morte do touro, mas em Barrancos, junto à fronteira com a Espanha, em nome da tradição, esta prática é mantida a despeito das leis.
Em julho, na Espanha, comemora-se a festa de São Firmino. Os touros são soltos pelas ruas da cidade e correm atrás das pessoas que os cutucam e os irritam. Essa corrida acaba nas "Plazas de Toros" onde todos são mortos.


"A tauromaquia é terrível e venal arte de torturar e matar animais em público, segundo determinadas regras. Traumatiza as crianças e adultos sensíveis. A tourada agrava o estado dos neuróticos atraídos por estes espetáculos. Desnaturaliza a relação entre o homem e o animal, afronta a moral, a educação, a ciência e a cultura."
Declaração da UNESCO 1980
Um "espetáculo" violento, cruel e sanguinário sob o disfarce da "tradição". É uma afronta à sensibilidade daqueles que têm consciência dos direitos e sentimentos dos animais. Infelizmente as touradas vêm se expandindo muito. Há touradas na Espanha, Portugal, França, Equador e Peru. Há poucos meses foi realizada a 1ª tourada na Armênia e houve também tentativas de levá-las para Rússia. Há também "festas" semelhantes como a corrida de São Firmino, o Encerro e a Capeira que acontecem em datas comemorativas na Espanha e em Portugal. Como aqui no Brasil, acontece a farra do boi.
"Se tourada é cultura, canibalismo é gastronomia"

NOTA 1: 1999 - "Lei Taurina" no Peru, amparada no Decreto Lei nº 821, considera as touradas como "Espetáculo Público Cultural" reconhecido pelo Instituto Nacional de Cultura do Peru, isentando os empresários envolvidos em eventos desse tipo do pagamento de impostos.

NOTA 2: 2001 - 1ª tourada na Armênia. O "acontecimento" foi um caos. O touro desesperado conseguiu fugir da arena. Foi perseguido por toureiros, conseguindo ferir gravemente um deles. No final levaram de novo o pobre animal assustado e acuado para arena, acabaram por perseguí-lo com um carro e o balearam com uma espingarda. O toureiro para não perder a pose diante da multidão fincou-lhe a corcova fazendo com que o animal caísse morto. Foram cenas terríveis, bestiais.

NOTA 3: 2002 - No recente filme do diretor espanhol Pedro Almodóvar, "Hable con ella", seis touros foram cruelmente mortos. De acordo com matéria publicada numa revista espanhola, os animais usados tinham defeitos de nascença, o que "barateou" a produção, pois animais assim custam muito menos. Uns touros eram cegos, outros mancos e com problema de tamanho (muito pequenos para touradas tradicionais). O cineasta Pedro Almodóvar e a sua produtora El Deseo foram acusados, por grupos ecologistas espanhóis de submeterem a sofrimento real e posterior morte quatro touros durante as filmagens, não cumprindo assim a Lei de Proteção dos Animais, que obriga que cenas com animais sejam simuladas. Foi criado um movimento internacional para boicotar o filme, cuja estréia foi dia 15/03/02 na Espanha.
Neste protesto foi discutido o uso de animais vivos, sobretudo animais com deficiência física, o que os torna ainda mais indefesos e derruba argumentos éticos do diretor. Devido à necessidade de cortes de cena, segundo a imprensa espanhola, o diretor teria prolongado a agonia dos animais, recolocando-os em ângulos e posições específicos e re-gravando a cena muitas vezes para garantir "a perfeição" das mesmas. Foi criado um manifesto internacional contra a exibição do filme.

Fonte: Território Selvagem


"Para um homem cuja mente é livre existe algo ainda mais intolerável no sofrimento dos animais do que no sofrimento do homem. Porque neste último caso é pelo menos admitido que sofrer é mau e quem o causa, criminoso. Mas milhares de animais são inutilmente chacinados todos os dias sem sombra de remorso. Qualquer homem que se refira a isso iria sentir-se ridículo. E esse é o crime imperdoável"

Romain Rolland


link do postPor anjoseguerreiros, às 15:22  ver comentários (1) comentar


Espécie corre risco de extinção.A gestação do elefante dura 22 meses.

Zoológico Taronga liberou a foto do filhote de elefante asiático que nasceu no sábado (4). A mãe, Thong Dee, ficou agitada após o parto e precisou ser acalmada antes de encontrar com o filho, que pesa 120 kg e ainda não tem um nome. O nascimento é um passo na tentativa de tirar o elefante asiático do risco de extinção
G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:22  comentar




A visita dos cães terapeutas dura uma tarde inteira no asilo. Crianças com necessidades especiais também são beneficiadas com o contato com os bichos.

Você já ouviu que o cão é o melhor amigo do homem, não é mesmo? Mas, o que muita gente não sabe é que a convivência com os bichinhos pode até ajudar no tratamento de doenças. Veja na reportagem de Gabriela de Palhano. No asilo onde vivem 18 senhoras essa seria mais uma tarde calma. Mas em poucos minutos aquele olhar perdido dá lugar a um largo sorriso. E sabe por quê? “Estou sentindo o coraçãozinho dela”, afirma uma senhora com uma cachorinha no colo.E nem é preciso medir os batimentos do coração de Dona Consuelo neste momento, a partir de agora quem dá o ritmo é a alegria. Tudo é feito com bastante calma pelos voluntários. Primeiro se aproximam os pequenos. Os cachorros mais robustos também chegam perto. E as reações são as mais diferentes. “É muito engraçadinha.Toda enfeitadinha. É bem macio o pelo”, diz outra idosa. Só algo assim para fazer Dona Sebastiana, de 91 anos, que vive quietinha na cadeira de rodas reagir . A visita dos cães terapeutas dura uma tarde inteira. Além dos idosos, eles gostam de crianças com necessidades especiais. O importante do encontro é que é uma troca, de afeto e carinho, que faz bem a todo o grupo. “Isso melhora a imunidade delas. Melhora as que têm depressão, tira elas do leito, muda a rotina delas na instituição”, afirma a terapeuta ocupacional Luciana Rodrigues. No fim do encontro o grupo já está integrado. E a visita acaba com uma despedida emocionante para os voluntários. “É uma alegria ver a felicidade na cara dessas pessoas. A gente tenta dar muito amor”, afirma uma mulher.


RJTV
link do postPor anjoseguerreiros, às 08:40  ver comentários (1) comentar

3.7.09

"Um momento histórico para a proteção animal, momento de cidadania para os animais, pois o último administrador de São Paulo que falou em cães e gatos, com profunda preocupação, foi Jânio Quadros, mas indiretamente, através de sua esposa dona Eloá" afirmou o vereador Roberto Trípoli (PV), ao participar do evento de lançamento do Programa de Proteção e Bem-Estar de Cães e Gatos (PROBEM), anunciado pelo prefeito Gilberto Kassab em cerimônia realizada na Prefeitura, neste dia 2 de julho de 2009, com a presença dos secretários da Saúde, Januário Montone e do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge Martins, além do deputado federal Ricardo Trípoli e de representantes da proteção animal, como Sonia Fonseca, presidente do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal.
Tripoli lembrou a luta de décadas da proteção animal em defesa dos cães e gatos na cidade, os avanços duramente conseguidos, os retrocessos e a importância de um prefeito estar ali, cercado por representantes da proteção animal, anunciando um Programa de Bem-Estar para Cães e Gatos. O vereador ambientalista é autor das principais leis de defesa dos animais na cidade de São Paulo e cumpre seu sexto mandato, falando com propriedade da importância do prefeito da maior cidade do País falar em situações como o combate ao abandono, melhorias no CCZ, incentivo ‘a propriedade responsável.
O Secretário Montone anunciou várias medidas e também apresentou o site do PROBEM e a campanha publicitária que visa conscientizar a população sobre o crime do abandono de cães e gatos.
Segundo Montone, “temos muitas medidas a tomar, mas o ciclo do abandono tem que ser interrompido; e isso só acontecerá quando a população conscientizar-se que animal de estimação não é coisa para se jogar fora; quando cada pessoa que tem um animal em sua família conscientizar-se que animal não é coisa, não é brinquedo”.
Além da campanha e do site, Montone anunciou o chamamento de 80 médicos veterinários e 67 biólogos, todos aprovados em concurso; a reforma dos laboratórios do Centro de Controle de Zoonoses, onde serão investidos R$ 700 mil; a construção de um Núcleo de Proteção e Bem-Estar Animal, no valor de R$ 1.300.000,00; a descentralização dos serviços de atendimento, com quatro núcleos regionais; ampliação do Programa de Controle Reprodutivo de Cães e Gatos - de 41 mil castrações ano, ao custo de R$ 2,6 milhões, para 100 mil castrações/ano, que custarão R$ 6,4 milhões. Além disso, a Prefeitura está implementando um Sistema Informatizado de Registro de Animais, e já adquiriu 50 mil microchips.Januário Montone frisou que boa parte das obras foi possível graças à emenda que o vereador Tripoli fez no orçamento de 2009, destinando R$ 1 milhão de Reais especificamente para o controle animal (cães e gatos).
Quanto ao site, Montone frisou que os focos são a adoção de cães e gatos recuperados; o processo de educação; e critérios de adoção consciente e de posse responsável.
E-mail recebido do Gabinete do Vereador Roberto Tripoli
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 14:36  comentar

Campanha canina é crítica divertida, mas séria, diz dono do animal.Pleito do próximo domingo desperta pouco entusiasmo no país.

Fidel, um cão pitbull de um ano e meio, pêlo branco e com manchas cor de mel, vai tentar conquistar o voto dos decepcionados com a política mexicana nas eleições do próximo domingo com sua peculiar campanha na cidade de Guadalajara (oeste).
"Fidel é uma crítica muito divertida, mas também muito séria. Nosso objetivo é ser irreverente porque os políticos já debocham de nós há muitos anos", explicou Carlos Delgado, proprietário do candidato, em entrevista que mostra o cachorro em plena campanha.
Fidel é apresentado como "o candidato da chachorrada" e tem outros slogans como "não sou gato (capacho) de ninguém", "não estou atrás de osso" (cargo público) e "não vou morder nada" (ser corrupto).
Cerca de 70 milhões de mexicanos vão às urnas para eleger os 500 deputados do Congresso, seis governadores e 568 prefeitos, numa campanha que desperta pouco entusiasmo entre os eleitores.
Existe, inclusive, um movimento que promove a anulação do voto como forma de protestar contra o descrédito dos partidos.


G1
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:46  comentar

2.7.09

Polícia já identificou agressores e responsável pela gravação

Imagens de violências contra um cachorro no litoral gaúcho provocaram revolta de internautas no microblog Twitter. O vídeo mostra o cão sendo agredido por dois jovens entre 19 e 21 anos até a morte no balneário de Quintão. As imagens, segundo a polícia, foram produzidas no dia 20 de junho e postadas no site Youtube dois dias depois. Ontem, o vídeo foi retirado do site de repositório de vídeos por quebra das regras de postagem. Mas ainda é possível assistir às imagens neste outro site, que exige cadastro.
A questão acabou virando um caso de polícia, após uma série de ligações recebidas na quarta-feira de manhã pelo posto policial de Quintão. Segundo o delegado de Pinhal e do posto de Quintão, Peterson da Silva Benites, moradores ligaram para denunciar que os agressores seriam moradores do balneário.
Como a cidade é pequena, horas depois a polícia já tinha os nomes dos três dos indivíduos que participaram da agressão: os responsáveis pelas pancadas e o que filmava. Eles prestaram depoimento ontem mesmo durante a tarde. A pessoa que postou o vídeo na internet ainda não foi localizada.
Os três indicaram o local onde o animal e o objeto da agressão (um pedaço de pau) foram deixados. O cachorro já foi enterrado. Segundo o delegado, está prevista pena de três meses a um ano de detenção para crime de crueldade e maus tratos contra animais. A pena pode ser ampliada para até um ano e quatro meses pelo fato de a agressão ter provocado a morte do cachorro.
Na semana que vem, o delegado pretende remeter os resultados da investigação para o Ministério Público. — Em nenhum momento eles negaram. Deram uma outra justificativa, de que o animal teria atacado galinhas.
No Twitter, a agressão foi o assunto da semana: foi criada uma campanha contra a pessoa que publicou o vídeo no Youtube. Os internautas também se mobilizaram para pressionar por punição aos responsáveis fazendo denúncias através do twitter e do e-mail da Sociedade Mundial de Proteção Animal (WPSA) no
Brasil.


ZEROHORA.COM
link do postPor anjoseguerreiros, às 20:12  comentar

1.7.09
Uma ovelha deu à luz cordeiros gêmeos de cores diferentes, um com pelagem branca e o outro com pelagem negra, na Austrália.Segundo o professor da faculdade de veterinária da Universidade de Sydney Francis Sabbe, o fato é extremamente raro."Foi a primeira vez que vi algo assim", disse Sabbe à BBC Brasil.
A dupla de cordeiros, apelidados pelos seus donos de "sal e pimenta", surpreendeu os fazendeiros Jan e Brian Cowan."Sabíamos que seriam gêmeos, mas não que era possível virem com essa combinação", disse Jan à BBC Brasil."Sal e pimenta" nasceram de uma ovelha branca da raça Border Leicester e de um carneiro de face e peito negros da raça Suffolk em uma fazenda em Manning Valley, no Estado de Nova Gales do Sul.
Segundo o veterinário dos cordeirinhos, Bec Muir, mesmo sendo um evento raro, o carneiro de pêlo negro poderia daqui a uns meses mudar de cor. No entanto ele explicou que, como o animal tem o focinho e as patas também negros, deve permanecer na cor que nasceu.Os fazendeiros disseram que os animais são inseparáveis."Nós os mantemos dentro de um redil próximo a casa para protegê-los das raposas", disse Jan, que disse que o futuro dos cordeiros será ajudar na fábrica de queijos que começou a construir. "Quanto mais filhotes, mais leite."



Na Terra dos Cangurús
link do postPor anjoseguerreiros, às 15:05  comentar


SÃO PAULO - Um problema de saúde está causando polêmica em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Cachorros estão sendo sacrificados por conta da leishmaniose. A capital sul-mato-grossense tem cerca de 132 mil cães e, segundo o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mais de 18 mil deles já fizeram o exame para diagnosticar a doença. Os animais sadios ganharam uma coleira que repele o mosquito transmissor da doença por seis meses. Já os animais com resultado positivo, cerca de 13%, ou seja, mais de 2,3 mil devem ser sacrificados, como indica a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Em Urânia, no interior de SP, o sacrifício de 90 cães infectados pela doença revoltou os moradores da cidade e o Ministério Público precisou agir para evitar que outros animais fossem mortos.
Em Campo Grande, cerca de 150 agentes de saúde e mais 90 servidores e agentes do CCZ participam da campanha para a coleta de sangue nos cães da cidade. Os trabalhos já foram concluídos nos bairros Veraneio e Sobrinho e continuam esta semana nos bairros Nova Lima, Novos Estados, Mata do Jacinto, Estrela Dalva, Margarida, Santo Antônio, Santo Amaro e Piratininga.
A leishmaniose está presente em 20 estados, e é provocada por um protozoário que fica escondido dentro da célula. Ele é transmitido pelo mosquito flebótomo. O mosquito pica o cão infectado e depois pica o homem, contaminando os dois.
Em humanos, se não tratada, a doença pode matar, pois afeta órgãos vitais, como medula, fígado e baço. Mas existe medicação disponível na rede pública e a cura chega a mais de 90% dos casos.
Em Campo Grande, porém, muitos donos não concordam em entregar o cachorro de estimação doente para ser sacrificado.
Nas clínicas veterinárias da cidade, a prevenção da doença é feita com vacinas. Mas só os animais sadios podem tomar.
PENSEM BEM NO QUE VÃO FAZER.
A DOENÇA TEM CURA!!!!!
CLODOVIL SALVOU TODOS OS SEUS CÃES.
O GLOBO ON LINE
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:23  comentar

30.6.09

Ele foi encontrado quando mecânicos revisavam veículo.Dono do carro diz que não ouviu barulho durante viagem.

Um cachorro viajou cerca de 300 km, de Guarapuava (PR) até Curitiba (PR), escondido em um espaço na suspensão dianteira de um carro, na semana passada. O animal, que aparenta ter pouco mais de três meses de idade, foi encontrado pelos mecânicos no momento em que eles faziam a revisão do veículo.
O motorista fez a viagem sem saber que o animal estava no carro. “É inacreditável saber que ele viajou tanto e chegou bem”, diz uma funcionária da oficina.
Luzimar Albini, mecânico que encontrou o cachorro, diz que levou um susto ao perceber o passageiro clandestino. “Já encontramos pedras, pássaros mortos, mas um cachorro vivo, nunca”, afirma o mecânico.
O dono do carro também ficou surpreso. Ele disse que, durante a viagem, não percebeu nenhum barulho estranho no carro.
O cachorro foi adotado por uma das funcionárias da oficina mecânica. “Ele tinha um machucado, mas cuidamos dele, levamos ao pet shop e ao veterinário. Agora ele tem carinho, e isso é o mais importante”, diz Vânia Coco.



G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:24  comentar

25.6.09

Um grupo de wallabys, parentes menores dos cangurus que já aparecem no Blog Animal, têm causado problemas em plantações de papoula na Tasmânia, uma ilha no sul da Austrália: os animais estão invadindo as plantações e comendo o bulbo da papoula. Afetados pelas propriedades narcóticas da planta, os wallabys ficam pulando em círculos, causando estragos às plantações. Mas o maior estrago é para os próprios animais, que acabam ingerindo substâncias perigosas.
Da papoula é retirado o ópio, narcótico do qual derivam tanto medicamentos, como a morfina, quanto drogas ilegais, como a heroína. A Tasmânia, uma ilha e estado australiano situado a 240 quilômetros do continente, é o maior produtor de ópio para fins farmacêuticos do mundo.
A produção de papoula não afeta apenas os wallabys. Existem histórias de outras espécies de animais que comeram a planta e ficaram andando em círculos.


Época - Blog Animal
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:44  comentar


pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO