notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
8.1.09
Pronúncia ocorreu após a audiência realizada nesta quinta.Defesa do acusado já recorreu da decisão do júri popular.
O juiz José Carlos de França Carvalho Neto, da Vara do Júri e Execuções Criminais de Santo André, decidiu na tarde desta quinta-feira (8) que Lindemberg Alves, de 22 anos, irá a júri popular pela morte da ex-namorada Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos. A decisão foi anunciada após a audiência realizada nesta quinta no Fórum de Santo André, no ABC.
A defesa de Lindemberg recorreu da decisão do júri popular durante a própria audiência, segundo a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo. A Justiça ouviu cinco de acusação, seis testemunhas de defesa e mais três policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que foram até o fórum a pedido do juiz.
Lindemberg preferiu não falar à Justiça durante o interrogatório. O juiz leu ao acusado – que ouviu com a cabeça baixa - um resumo do caso, desde o início do sequestro dos adolescentes até o disparo que matou Eloá em outubro do ano passado. Depois, perguntou o que ele gostaria de falar sobre as acusações. O jovem respondeu, segundo a assessoria do TJ, que preferia se "manter calado nessa oportunidade”.
Testemunhas
A estudante Nayara Silva, de 15 anos, foi a primeira a ser ouvida. Durante o depoimento de quase duas horas, ela respondeu todas as perguntas feitas pelo juiz. Ela manteve o discurso que deu à polícia sobre o motivo do seqüestro. “Ele entrou [no apartamento] para matar a Eloá. Não admitia que ela não o aceitasse de volta”, teria dito a menina, segundo o Tribunal de Justiça.
MAIS UM LÁ EM TREMEMBÉ ESPERANDO O GRANDE DIA!
fonte:G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:14  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO