notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
27.1.09
BELO HORIZONTE - Uma nutricionista de 23 anos está internada desde o dia 31 de dezembro, no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, com infecção grave. Aline Winklef Borges é portadora de diabetes e adquiriu pneumonia bacteriana.
De acordo com os médicos, o quadro da nutricionista evolui para um choque séptico, quando a bactéria cai na corrente sanguínea e causa complicações circulatórias, o que levou à amputação da ponta dos dedos da mão e uma parte do pé. Conforme o último boletim divulgado nesta terça-feira, ela está consciente, respira com ajuda de aparelhos e seu estado de saúde é estável. O hospital informou que não há previsão de alta e o quadro é de alto risco, apesar da resposta favorável ao tratamento com antibióticos.
Caso semelhante aconteceu com a modelo capixaba Mariana Bridi, de 20 anos, que teve mãos e pés amputados, após um choque séptico causado por infecção urinária. Ela morreu na madrugada de sábado, dia 24.
A morte de Mariana Bridi provocou comoção em todo país. O site pessoal da jovem - que vinha sendo atualizado por amigos desde o dia 19 - recebeu mais de 260 mil acessos. Mais de 500 pessoas deixaram mensagens de condolência e solidariedade à família desde a madrugada de sábado, quando a jovem morreu.
A imprensa estrangeira, que acompanhava o caso, deu destaque à morte de Mariana. No "site" da CNN Internacional, foi a principal notícia do exterior, ilustrada com uma foto da modelo. A reportagem relatava todo o caso, desde que a jovem começou a se sentir mal e procurou atendimento pela primeira vez. A rede CNN ouviu amigos, colegas de trabalho e o namorado de Mariana. Thiago Simões contou que, antes de entrar em coma, a noiva disse que queria muito viver. Infecção urinária: ideal é diagnóstico rápido
A morte de Mariana Bridi chamou a atenção para um problema comum entre milhões de pessoas: a infecção urinária, que nem sempre é tratada corretamente. Se for diagnosticada logo, os antibióticos atuam e eliminam a doença. Mas, se o corpo está debilitado, ou se o diagnóstico chega tarde, a situação se complica e pode levar à morte.
No caso de Mariana, que ficou internada durante 21 dias, a contaminação por pseudomonas e estafilococos chegou à corrente sanguínea e atingiu outros órgãos, provocando microcoágulos. São entupimentos que impedem a passagem do sangue e causam tromboses. Sem a irrigação sanguínea, as extremidades do corpo começam a necrosar. Mariana precisou ter as mãos e os pés amputados e ainda foi operada para retirar parte do estômago. O corpo, cada vez mais enfraquecido, não resistiu.
O caso serve de alerta, principalmente para as mulheres: de acordo com a Associação Americana de Urologia, metade das pessoas do sexo feminino vai ter a doença pelo menos uma vez na vida.

A principal recomendação dos médicos é beber muita água e sempre que sentir vontade, ir ao banheiro. A mulher que fica horas sem urinar, corre mais risco. Os médicos alertam ainda para um hábito errado, mas que é muito comum entre as mulheres: roupas apertadas, principalmente de Lycra e jeans. Elas comprimem a uretra e, num ambiente úmido, a bactéria se alastra.

CUIDEM-SE!!!!


FONTE:http://oglobo.globo.com/pais/mat/2009/01/27/mineira-tem-dedos-da-mao-parte-do-pe-amputados-por-causa-de-infeccao-bacteriana-754166111.asp
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:34  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO