notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
16.1.09
SÃO PAULO - A Polícia Civil não descarta a hipótese de que os autores do assassinato do casal Robson Douglas Tempesta, de 39 anos, e Ana Paula Tempesta, de 31 anos, e das filhas dele, Laura, de um ano e meio, e Camila, de 8 anos, sejam conhecidos da família assassinada. Uma das pistas é justamente a morte das meninas.
- Isso é muito fácil de ter acontecido. As crianças terem reconhecido o autor, ou os autores - disse o delegado Rodrigo Pigozzi.
Laura e Camila foram, provavelmente, estranguladas. De acordo com o IML, as meninas foram mortas cerca de 6 horas após os pais. Os corpos foram encontrados às margens de uma rodovia em Elias Fausto, cidade vizinha à Americana, onde a família morava e onde o casal foi morto.
Na manhã desta sexta-feira, os policiais de Americana, que fica a 126 quilômetros da capital, começaram a investigar uma denúncia de que na noite do crime um carro estacionou em um posto de gasolina de Elias Fausto. Dentro dele, estariam crianças com as mesmas características de Laura e Camila. Até o final da manhã, a polícia não havia confirmado esta informação à imprensa.
Peritos estiveram na empresa do empresário Douglas Tempesta, onde ele e a esposa foram mortos. Segundo os especialistas, Douglas foi atingido dez vezes por disparos, enquanto a esposa, por quatro tiros. Ainda segundo os peritos, eles tentaram se esconder, e por isso, os tiros se espalharam pelo corpo. O laudo completo sai em 30 dias. Depoimentos
Cinco pessoas já foram ouvidas e novas testemunhas devem depor nesta sexta-feira à polícia sobre a morte da família. A lista de testemunhas é extensa e a polícia acredita que a família foi morta por vingança. Credores do casal são suspeitos, já que funcionários disseram que eles eram ameaçados .
Na comunidade de um site de relacionamentos, que se intitula "Eu Já Levei Calote de Pilantra", uma mensagem avisava a todos da morte de Robson e de sua mulher. A mensagem ainda lamentava que muitos iriam ficar no prejuízo, mas que ele não iria aplicar golpes em mais ninguém. Tempesta era empresário do setor de eventos e é descrito na comunidade como alguém que aplicava golpes em pessoas contratadas pela empresa dele. Em uma das mensagens da comunidade, uma ameaça para o empresário foi deixada: "A casa vai cair, e vai ser logo".
A família foi executada na noite de quarta-feira na cidade de Americana, onde residia e mantinha a empresa. Tempesta e a mulher foram atingidos por 16 tiros. Os corpos das duas meninas, mortas por estrangulamento, foram encontrados pelo lavrador Benedito de Lima, às margens de uma rodovia.
O secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Ronaldo Augusto Marzagão, e o delegado geral da Polícia Civil de São Paulo, Maurício José Lemos Freire, devem ir a Americana nesta sexta-feira para acompanhar as investigações.
A hipótese de vingança é levantada pelo delegado seccional de Americana, João Dutra, já que existem processos contra a vítima na Justiça Comum, por estelionato.
- Não haveria outro motivo para um crime tão bárbaro - afirmou o seccional.
Na tarde de quinta-feira, os corpos das quatro vítimas foram enterrados em Santa Bárbara d´Oeste. O pai do empresário, José Geraldo Tempesta, disse desconhecer que o filho tivesse inimigos. "Se ele tinha nunca me falou nada", afirmou.
José Geraldo contou que a família era 'feliz, quase irreal, e que a neta de 8 anos previu a própria morte na noite anterior ao crime.
Ao perguntar se ela cuidaria dele na velhice , a menina disse que não poderia mais fazer isso, pois estaria "longe", "vagando pelo mundo".


link do postPor anjoseguerreiros, às 17:55  comentar

De Anónimo a 19 de Janeiro de 2009 às 18:30
q mundo nois estamos
tem q matar do mesmo geito q fiseram com ela

De Maria Célia a 19 de Janeiro de 2009 às 21:38
Temos que acreditar que vão ser presos e punidos severamente.
Obrigada por seu comentário e sua visita.

Maria Célia e Carmen

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO