notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
16.6.09

O documentário “A Morte Inventada”, de Alan Minas, estreia no Recife nesta sexta-feira (19). O curta revela o drama de pais e filhos que tiveram seus elos rompidos por uma separação conjugal mal conduzida, vítimas da alienação parental (AP).
A AP consiste na difamação do genitor, deturpando sua imagem e promovendo uma “lavagem cerebral” na criança. Por causa dessa falsa memória, pais e filhos podem, até mesmo, perder o vínculo por completo.
No filme, os pais testemunham seus sentimentos diante de anos de afastamento de seus filhos. Os filhos que na infância sofreram com esse tipo de abuso, revelam como a alienação interferiu em suas formações, em seus relacionamentos sociais e, sobretudo, na relação com o genitor. O filme também apresenta profissionais de direito, psicologia e serviço social que discorrem sobre as causas, condições e soluções da questão.
A exibição acontecerá na Livraria Cultura, às 19h, e será seguida de debate com o diretor e com o juiz do Tribunal Regional Federal, Roberto Wanderley Nogueira, o professor de psiquiatria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e o chefe do núcleo de psicologia do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Roberto Faustino de Paula.



pe360° Graus
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:42  comentar

De Victor a 16 de Junho de 2009 às 08:11
Esse documentário deve ser muito interessante, quando passar aqui no rio de Janeiro vou assistir. To colocando no meu blog o trailler e o texto que escreveram sobre o documentário, dando o devido crédito a voces. Parabéns pelo blog.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





arquivos
blogs SAPO