notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
13.6.09
RIO - A Polícia Federal está em alerta para evitar que Alessandra D'ávila, de 35 anos, saia do país. Ela é esposa e principal suspeita de ter assassinado o engenheiro eletricista Renato Biasotto Mano Jr., de 52 anos.
O crime aconteceu por volta das 6h deste sábado no apartamento do casal, no segundo andar de um condomínio de luxo na Avenida Lucio Costa, na Barra da Tijuca. A suspeita foi confirmada pela delegada da 16ª DP (Barra da Tijuca), Juliana Domingues, que esteve no local pela manhã. Ela disse que irá pedir a prisão cautelar da esposa.
Alessandra deixou o condomínio de carro, levando o filho do casal, de cinco anos. Ela teria dito ao porteiro que iria prestar queixa na delegacia contra o marido. A polícia desconfia que Alessandra, que é americana, pretenda fugir para os EUA com o filho, que tem dupla nacionalidade.
Segundo a polícia, todas as facadas foram na altura do abdomen. Renato morreu no hall do prédio, aparentemente quando saía para pedir socorro. Agentes da delegacia levaram laptops e outros aparelhos eletrônicos do apartamento. O corpo foi periciado e retirado do local por volta de 12h40.
O casal estava junto havia seis anos. Segundo vizinhos e familiares, eles brigavam muito. Eduardo Pedrosa, que se apresentou como melhor amigo do casal, esteve no condomínio pela manhã e conversou com os policiais.
- Não entendi por que ele estava me ligando, porque eu fiquei na casa dele até umas 2h da manhã. Minha esposa atendeu, e ele falou que estava com um "probleminha" na sua casa, e depois falou que ligaria novamente. Por volta de umas 7h, soube que ele tinha sido morto. Foi uma surpresa para mim, porque fiquei na casa dele até o início da madrugada e o clima era de descontração - disse o amigo.
O amigo do engenheiro disse ainda que o casal tinha uma relação conturbada. Ele explicou que os policiais levaram o laptop porque a esposa teria entrado na internet após o crime.
À Rádio CBN, Eduardo também teria dito que Renato era "obcecado" por Alessandra, e que a causa do crime deve ter sido ciúmes.
Segundo a CBN, a delegacia da Barra da Tijuca já tinha um registro antigo de Alessandra contra Renato. Na ocasião, ela teria jogado um cinzeiro contra o marido. Uma sobrinha do casal também teria dito à rádio que o apartamento estava enfeitado por causa dos Dia dos Namorados, comemorado na sexta-feira.
Renato estava sem ocupação profissional, pois havia vendido recentemente uma academia de ginástica no Recreio.
Ainda não há informações sobre o enterro da vítima. Policiais militares do 31º BPM (Recreio) e agentes da 16ª DP (Barra) continuam no local do crime.


O Globo On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:51 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO