notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
9.7.09

FLORIANÓPOLIS - Cintia Carvalho Bento, de 37 anos, faz parte de uma estatística muito restrita. Portadora da síndrome de Down, ela deu à luz um filho sem a síndrome em Florianópolis no dia 28 de junho, um caso raro na medicina.
- Na literatura, existem 30 mulheres no mundo com Down e que tiveram filhos perfeitos - afirma o ginecologista e obstetra Renato Poli.
O filho de Cintia com o marido, Miguel Egídio Bento, nasceu três semanas antes do esperado, com 2,9 quilos e saudável. O casal se conheceu na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), onde Miguel trabalha como auxiliar de serviços gerais.
- Nossa, foi um grande presente para mim. O nome dele é Augusto Carvalho Bento e está aí, esse moço tão bonito - comemora Cintia.
A força de vontade é uma das marcas de Cintia, o que acaba resultando em boas e surpreendentes notícias.
- A Cintia estipulou os objetivos dela. Primeiro, era trabalhar. Conseguiu. Depois, foi o casamento. Ela namorou muito antes de casar. Aí conheceu o Miguel. A gente é apaixonada por ele, é nosso terceiro filho - conta a mãe de Cintia, Jane Carvalho.
Quando Cintia revelou o desejo de ter um filho, seus pais relutaram em aceitar, mas acabaram cedendo.
- A princípio, achava que não podia. Eu não queria, na verdade. Depois de um mês que fiquei sabendo já comecei a assimilar a ideia e fiquei apaixonada pelo Augusto - diz Jane.
O pai de Cintia, Cristo Ortiz, resume a trajetória da filha em uma lição:
- Para aqueles que ainda duvidam da capacidade dessa turma com Down, eles podem superar as barreiras realmente. Tem que só dar asas para eles que eles vão embora, vão à luta, e podem ser tão normais quanto as pessoas ditas normais.


O Globo On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:32  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
blogs SAPO