notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
7.6.09

Aulas extra-curriculares, como dança, artes e música acontecem em diversas escolas municipais e trazem os alunos para a escola em períodos opostos aos das aulas comuns, evitando que fiquem nas ruas

Bateria, violão, teclado, baixo,cavaquinho e... xadrez! Alunos da Escola Municipal Marina Salete Nepomuceno do Amaral estão tendo contato com instrumentos musicais e aprendendo a música por meio de jogos de xadrez.
O projeto que teve início em maio deste ano, conta com 120 participantes. As aulas acontecem nos períodos da manhã e da tarde e os alunos podem participar todos os dias, se quiserem.
Para cada peça do jogo, uma nota musical e assim, os alunos vão decorando tanto as peças de xadrez quanto as notas musicais.
O monitor de música, Samuel Guilherme Dutra, explica que uma atividade complementa a outra e as duas são bastante benéficas para o desenvolvimento mental das crianças.
“A música, assim como o xadrez, exige bastante concentração e treino. Esta é uma forma divertida de fazer com que eles desenvolvam o raciocínio e se tornem mais disciplinados.”
Mas não é só aula de música que a escola oferece, também é possível fazer aulas de dança e de artes no período oposto ao das aulas curriculares. E quem não é aluno da escola também pode participar. Basta que o pai ou responsável compareça à secretaria com documentos da criança para inscrevê-la.
A professora de dança, Ana Cláudia de Oliveira, afirma que as atividades extra-curriculares trazem bons resultados para dentro da sala de aula.
“Os alunos ficam mais calmos e se esforçam mais, porque se não tiverem boas notas, não podem participar. Passam a ter mais cuidado com a aparência e com a alimentação. Além disso, esses cursos podem contribuir para descobrirmos talentos e mudar a realidade de muitas crianças. Se todas as crianças tivessem esta oportunidade, teríamos um mundo com menos violência e drogas.”
O aluno Bruno Guilherme dos Santos, de 12 anos, está fazendo aulas de música e afirma que se apaixonou pela bateria. “Estou gostando muito. Antes, eu ficava na rua, agora estou achando mais legal ficar dentro da escola e aprender. Nunca tinha tido aula de música, agora quero montar uma banda.”

Fonte: Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Ubatuba.
Vale Educação
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:21 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO