notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
26.5.09
Vinte adolescentes estão disponíveis para adoção em abrigos de Joinville. Mas não há nenhuma família interessada em dar um novo lar a eles. A mobilização em função do Dia Nacional da Adoção, na segunda, chamou a atenção para esse problema.
— A maioria dos pais que querem adotar acha que esse jovem já vem com personalidade formada, difícil de lidar — diz a coordenadora do Grupo de Estudos e Apoio à Adoção em Joinville (Geaaj), Daiana Agostinho.
Se sobram adolescentes, faltam crianças brancas, de preferência meninas de um a três. Segundo Daiana, essa é a realidade da adoção em Joinville.
— Os pais pedem crianças brancas, de cabelos loiros, saudáveis e meninas — afirma.
Essa preferência é o fator que mais influencia na demora de uma adoção, hoje, em Joinville. Para se ter ideia, há casais esperando há cinco anos para adotar crianças com esse perfil, segundo a assistente social do Fórum Nádia Paes.
Uma adoção sem perfil específico pode ocorrer num prazo de seis meses a um ano. Os passos para uma adoção começam com uma ida ao Fórum ou a um grupo como o Geaaj. Há documentos a serem entregues, avaliações da família e da criança e um período de adaptação, determinado pelo juiz. Não é preciso contratar advogado e todo o processo é gratuito.
O juiz titular da Vara da Infância e Juventude de Joinville, Sérgio Luiz Junkes, orienta que todos os interessados em adotar procurem a Justiça. O objetivo é evitar a chamada “adoção à brasileira”, aquela em que a criança simplesmente é passada de uma família a outra. Há até casos em que recém-nascidos são registrados no nome de outras famílias, o que pode ser crime de falsidade ideológica.
— O correto é partir para a adoção legal. A pessoa faz um cadastro e entra na fila. Isso evita que, um dia, a família biológica queira o filho de volta ou que a criança vá para lares desestruturados — ressalta.



A NOTÍCIA
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:59 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO