notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
8.7.09

Exame comprovou que a menor havia perdido a virgindade; advogado do padre vê contradições e disse que vai recorrer

O padre Jucelino de Oliveira, acusado de abusar sexualmente de uma menina de dez anos, foi condenado na quarta-feira (8), em Franca, a 12 anos de prisão em regime fechado.
A sentença foi assinada pelo juiz Paulo Sergio Filho, da 3ª Vara de Franca. Além do depoimento da família, um exame comprovou que a menor havia perdido a virgindade. Segundo o promotor Joaquim Rodrigues de Rezende Neto, as provas foram suficientes para a condenação.
O crime ocorreu em janeiro de 2006, mas só foi denunciado pelos pais da menina em outubro do mesmo ano, depois que a vítima contou a uma prima que havia sido violentada pelo padre.
Jucelino de Oliveira, 41 anos, é primo do pai da menina e era frequentador da casa da família. Na época, o padre Oliveira fazia parte do clero da Diocese de Santo Amaro. Ele foi suspenso das atividades na igreja durante o processo e em 2007 ficou preso por seis meses. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu um habeas corpus ao acusado que aguardava o julgamento em liberdade.
O advogado do padre, Wilson Inácio da Costa, afirmou que o processo apresenta contradições e que vai recorrer da sentença.

Fonte: A Cidade (Ribeirão Preto)
Foto: Sérgio Nogueira
link do postPor anjoseguerreiros, às 22:52  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9


21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


arquivos
blogs SAPO