notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
12.5.09
Reconstituição da morte da ex-mulher do suspeito foi feita nesta terça.Ana Cláudia da Silva foi morta com 14 facadas na Zona Sul de SP.

O advogado José Beraldo, assistente de acusação no caso do ex-jogador de futebol Janken Ferraz Evangelista, disse na manhã desta terça-feira (12) que irá convocar os jogadores Fábio Costa, goleiro do Santos, e Ronaldo, atacante do Corinthians, para depor no julgamento de Janken. O ex-jogador é suspeito de matar a ex-mulher Ana Cláudia Melo da Silva em 22 de março. Anteriormente, a acusação havia citado apenas a intenção de convocar o goleiro do Santos para depor, pois o número dele estava registrado no telefone celular da jovem. Dias após o assassinato de Ana Cláudia, Costa chegou a dar uma entrevista coletiva afirmando que não tinha um relacionamento amoroso com ela.
Ele disse que, em 2005, quando jogava no Corinthians, conheceu a ex-mulher de Janken. Ele a apontou como uma torcedora fanática do clube paulistano. Segundo ele, sua única relação com a moça ocorreu durante a distribuição de autógrafo na beira do gramado.
A intenção de convocar Ronaldo foi anunciada nesta manhã. “Quero ouvi-lo no plenário do júri para mostrar a lisura e a integridade [de Ana Cláudia]. Inclusive, aquele beijo é um beijo de fã, um beijo carinhoso, um beijo respeitoso”, disse José Beraldo, em referência ao beijo que o jogador teria dado em Ana Cláudia após a partida do Corinthians x Santos, no estádio do Pacaembu, no dia 22 de março.
De acordo com o advogado, o depoimento de Ronaldo seria importante para mostrar que Ana Cláudia era apenas “uma menina que gostava de futebol”, mas que não era “Maria chuteira”.
As afirmações do advogado foram feitas durante a reconstituição da morte de Ana Cláudia, no apartamento na Zona Sul de São Paulo em que morava com o filho, o irmão e um amigo.

Reconstituição
A reconstituição do crime, feita de acordo com a versão do ex-jogador, começou por volta das 10h30 e acabou às 13h25. Ana Cláudia foi morta no dia 22 de março com 14 facadas, segundo a polícia. Entretanto, o assistente da acusação disse nesta manhã que ela teria sofrido 23 facadas. “Quatro no pescoço, dez na mão direita, oito na mão esquerda e uma forte no abdome”, afirmou
Ainda de acordo com o advogado, a acusação pretende que Janken responda pelos crimes de homicídio duplamente qualificado - motivo fútil e sem possibilidade de defesa da vítima -, subtração de menor e furto, por ele ter levado R$ 500 da residência da ex-mulher ao fugir. Segundo a defesa, foi Ana Cláudia quem tentou atacar Janken com uma faca e o rapaz agiu em legítima defesa.
Por meio da assessoria de imprensa, o Corinthians informou que o jogador Ronaldo "não conhece e nunca teve contato" com a ex-mulher de Janken.


Portal G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:33  comentar

De Anónimo a 12 de Maio de 2009 às 19:01
Esse sujeito não é boa coisa, nunca foi mesmo e ainda entregam o menino pra mãe dele.
Ela encoberta tudo de ruim dos filhos e por isso viraram isso que são.
Falta de respeito chamar a moça de Maria Chuteira e alegar legítima defesa depois de dar 23 facadas.
Revoltante!

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
blogs SAPO