notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
26.2.09
André AZ, de O DIA, foi atingido quando passava de moto pela Av. Brasil, na altura da Penha

Rio - O fotógrafo do jornal O DIA André Alexandre Azevedo, o André AZ, 34 anos, foi morto ontem de noite, na Avenida Brasil, em frente ao número 10.500, na Penha, quando passava de moto pela pista em direção ao Centro do Rio. Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) identificaram duas perfurações no braço esquerdo e uma nas costas, altura do pulmão, onde ficou alojado um projétil. De manhã, na via expressa, quatro bandidos mataram um soldado da Polícia Militar durante um assalto. Outros três ataques de criminosos a motoristas foram registrados pela 22ª DP (Penha) ao longo do dia.André AZ tinha saído da sucursal do jornal O DIA, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, depois de encerrar o expediente, e retornava para casa, no Rio. Ele estava em sua moto, uma Honda Tornado preta, pela pista central. Baleado, perdeu a direção, bateu na mureta da Avenida Brasil e caiu na pista seletiva do sentido contrário, em direção à Zona Oeste, a 50 metros da moto, e foi atropelado. Na hora do crime, chovia muito e não foram localizadas testemunhas. O ataque ao fotógrafo, segundo a polícia, aconteceu por volta das 19h. Motoristas que passaram pela região chamaram os policiais do Batalhão de Policiamento de Vias Especiais (BPVE) — responsáveis pelo patrulhamento da Avenida Brasil.O caso foi tratado, inicialmente, como atropelamento. Mas com a chegada de agentes da 22ª DP (Penha) e peritos do ICCE foi constatado que André AZ, na verdade, havia sido baleado. O corpo do fotógrafo foi retirado do local do crime por volta das 23h30 pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Instituto Médico-Legal (IML), no Centro, para que fosse feita a necropsia.De acordo com investigadores da 22ª DP, ao longo do dia de ontem, um PM e outros três motoristas foram atacados e perderam seus veículos nas proximidades do local onde o fotógrafo foi morto. O policial, que foi executado pelos bandidos, estava de folga e ia para a praia com uma amiga. Até o início da noite, a polícia havia recuperado apenas um dos veículos roubados.A diretoria de redação divulgou a seguinte nota: “O Jornal O DIA lamenta profundamente a morte de seu fotógrafo André AZ, um ótimo profissional e colega. A direção da empresa está tomando todas as providências de apoio à família e cuidando, junto à Secretaria de Segurança Pública, para que as circunstâncias de sua morte sejam apuradas com rigor e rapidez”.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:32 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO