notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
3.5.09
Mentira: a pior estratégia de conquista

O que será que a pessoa de quem você gosta e com quem está saindo pensa a seu respeito? Será que ela também gosta de você? Até que ponto você é capaz de fingir para conquistá-la?

Marketing pessoal na medida
"A primeira impressão é a que fica" é uma frase bem conhecida. Normalmente é isso que pensamos quando acontece o primeiro encontro com a pessoa que queremos conquistar. Existe também o ditado que diz "no amor e na guerra vale tudo". Mas até onde podemos inventar a nossa própria imagem? Isso soa estranho, já que estamos tentando descobrir como o outro é de verdade por trás das "máscaras" que costumamos usar no começo de uma relação. Não tem tanta importância quando se trata de um encontro casual. Mas se você está pensando em ter um relacionamento duradouro com essa pessoa, não convém se exceder no seu marketing pessoal, criando um produto difícil de se sustentar no mercado do amor.

Tamanho não é documento
É claro que todos acrescentamos uns pontos a mais na nossa imagem nos primeiros encontros. Fernanda, por exemplo, sempre se queixava de ter seios pequenos. O primeiro encontro com Gustavo, atualmente seu marido, foi na praia. "Comprei a parte de cima do biquíni bem maior e coloquei um bojo enorme", confessa Fernanda. "Passei a maior vergonha. Tempos depois, o Gustavo me confessou que tinha percebido tudo". Claro que o detalhe do busto não era o mais importante para ele, mas Fernanda podia ter estragado o encontro.

Insegurança
São as nossas próprias inseguranças que nos fazem construir um personagem revestido com todas as qualidades que pensamos não possuir. Mas será que isso funciona? "Tinha sonhado tanto com essa noite que estava disposta a fazer qualquer coisa para conquistá-lo", conta Silvana. "Sempre fui muito tímida e acho difícil me aproximar quando não conheço a pessoa. Achei que ele gostasse de mulheres sem preconceitos, que topam qualquer coisa na primeira noite. Coloquei uma roupa sexy e ousada, queria parecer uma pessoa provocante e desinibida. Sabe o que aconteceu? Estraguei tudo. Neste dia, fiz um papel ridículo. Depois fiquei sabendo que ele gosta de tomar a iniciativa e prefere conhecer as garotas aos poucos".


fonte:Discovery Brasil
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:15 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO