notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
31.1.09
Nossa leitora, que preferiu não se identificar, deixou o seguinte comentário, hoje, às 12:19 hs, na postagem "E AGORA DR. ABDELMASSIH?"

"gostaria de fazer um apelo a PRESENTADORA ANA MARIA BRAGA,assim como ela se manifestou sb o caso da talentosa atriz SUSANA VIEIRA ela,pofavor de voz a essas mulheres que estãose sentido só pois o caso não está tendo a divugação merecida pela mídia eu sei que a QUERIDA ANA MARIA ELA NÃO TEM MEDO DE DIZER O QUE SENTE,PARA DEFENDER AS INJUSTIÇA pesso a todas as mulher homens entrem no link MAIS VOCE PEDINDO ISSO A ANA,afinal o que fez aquele,SR.MARCELO E CAFÉ PEQUENO, diante do que está acontecendo,eu erei fazer isso conto com ajuda de todos"

Independente de ser uma brincadeira ou não e do médico ser culpado ou inocente das acusações que lhe estão sendo feitas, há um fato que é de vital importância questionarmos: por que a mídia não se manifesta a respeito? Por que a imprensa , com poucas exceções, está ignorando essa questão grave? Quais os interesses escusos que pairam atrás deste silêncio tão em desacordo com o próposito da mídia?
O jornalista Luis Nassif escreve em seu blog:"Tenho um histórico de investir contra o chamado efeito-manada, ainda mais em crimes de larga repercussão. Mas não consigo elementos para ver inocência ou atenuantes na ação do médico Roger Abdelmassih, acusado de abusar de pacientes." Um de seus leitores afirma:

28/01/2009 - 11:28 Enviado por: VladimirIndependente de qualquer lado que se queira defender,parece vital discutir o papel da imprensa em divulgar fatos que,como citado,não possibilitam uma afirmação categórica,contra ou a favor.O médico em questão,bem conceituado,precisaria passar por uma avliação psicológica para talvez confirmar este desvio de comportamento,pois,no caso específico,só pode tratar-se de doença mental grave. O senador Renan Calheiros,que teve a esposa como paciente deste médico, poderia vir a público para posicionar-se diante deste caso.

Enviamos e-mails à Globo , Record e SBT questionando seu silêncio e não obtivemos nehuma resposta. A leitora que pede que enviemos e-mails aos programas de TV, tem razão! O que está em jogo agora, é nosso direito de ter acesso à informação!
Ora, se a Rede Globo, Manchete e a TV Record estão se omitindo de divulgar o caso, porque não fariam o mesmo com outros fatos? Como confiar nas notícias por elas divulgadas, se por interesses “nebulosos”, as emissoras não cumprem seu papel de informar?
Segundo outro leitor, o fato se deveria, quem sabe, à relevância da notícia. Mas 61 mulheres acusando de abuso sexual um médico renomado não é importante?
Que a imprensa seja imparcial é ideal; que não conclame linchamentos é louvável, mas que escolha seus protegidos, é revoltante!
A TV Gazeta e Bandeirantes apesar de muito discretamente, chegaram a falar algumas vezes sobre o assunto. Alguns blogs trazem postagens a respeito e outros trazem o tópico em destaque. O jornalista Luis Nassif escreve em seu blog:"Tenho um histórico de investir contra o chamado efeito-manada, ainda mais em crimes de larga repercussão. Mas não consigo elementos para ver inocência ou atenuantes na ação do médico Roger Abdelmassih, acusado de abusar de pacientes."

Veja mais em: Por que a mídia se cala? e A Globo e Abdelmassih.

link do postPor anjoseguerreiros, às 09:30  comentar

De Anónimo a 13 de Fevereiro de 2009 às 21:01
Gostaria de deixar registrado o meu apoio para decisão da Ivanilde (primeira vítima a denunciar), embora estejam dizendo que ela é oportunista.

Mesmo diante de tantas pedras, NÃO DESISTA. Nossa honra deve ser indenizada sim!!!, esse é um exercício de cidadania e quem tem confiança em si mesma, além de um desejo de manter a consiciência em paz fazendo um papel de ao menos tentar punir quem errou. A lei existe para isso.
Nós que pagamos com o suor do nosso trabalho mais de 70 mil reais (como foi o meu caso) e ainda fomos submetidas a um horror temos que lutar para que a lei seja cumprida. Infelizmente, as nossas provas são frágeis, mas certamente a justiça tem meios de diferenciar os oportunistas das vítimas e apurar a verdade. EU SEI QUE É VERDADE. DEUS SABE QUE É VERDADE. DEUS TAMBÉM SABE O QUANTO SOFRI. Não se deixe abalar, as vítimas somos nós e não ele.
Será que é justo pagar para ser abusada sexualmente e não fazer nada sob o manto de poder ser acusada de oportunista? Não, não vale, pois é exatamente isso o que ele quer, nos acusar de oportunistas para que ele seja a vítima.
PESSOAL, pelo amor de Deus, esse homem nos molestou no momento mais frágil da natureza feminina e no momento mais sublime da vida, o momento da maternidade. É UMA COVARDIA!!!. Será que isso não é o bastante para que ele seja punido? A indenização não fuciona só como ressarcimento, mas também como uma punição para que ele sinta no bolso um pouquinho da dor que ele causou, pois a dor da nossa alma ele nunca conseguirá indenizar.
FORÇA!!!

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO