notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
25.6.09
Paulo Roberto Lopes disse...

Um funcionário da clínica de Roger Abdelmassih entrou em contato comigo há duas semanas para se desculpar com pacientes pela sua omissão.

Ele pede anonimato.

Por e-mail, solicitei esclarecimento à clínica no dia 17, quarta. Até hoje não obtive resposta.

Segue o relato do funcionário.

"Senhor Paulo Lopes,Trabalho a alguns anos na clínica do Doutor Roger. Venho assistindo o desenrolar desta história, me sentindo completamente dividido.
Acompanho este site faz tempo, por indicação de uma amiga jornalista. Decidi postar esta confissão quando percebi que o Senhor Paulo Lopes tirou este tema (Doutor Roger) da lateral principal do site.
Quando vi e fiquei muito irado, percebi que estava na hora de eu abrir a minha boca.
Eu não fiquei surpreso com tudo que apareceu na midia.
TODOS na clínica sabem – dos médicos mais antigos de casa,a faxineira e a copeira, bem como os enteados do Doutor Roger.
O que me surpreendeu foi tanto barulho seguido de tanto silencio. Eu confesso que sei dos crimes do Doutor Roger já faz muitos anos.
Algumas das vítimas voltaram ao consultório e disseram na nossa cara – minha e de outros médicos – tudo o que passaram.
Algumas até chegaram a escrever no formulário distribuído após os tratamentos, onde se mede a satisfação dos clientes.
Sei do monte de perguntas e críticas que virão e portanto já vou começar a me explicar.
Eu ganho muito bem no Doutor Roger, estou acostumado a utilizar tecnologias e ferramentas de ponta, além de aprender muito e ter meu trabalho apoiado.
Além disso, até a bomba estourar, como se diz, era um orgulho para mim ter meu nome vinculado ao dele. Mesmo que já soubesse das suas loucuras, ele era famoso, prestigiado e conhecido. Admito que essa vaidade me conquistou. Me sentia uma estrela, assim como se sentem todos que trabalham na clínica.
Sempre nos achamos os melhores, sempre criticamos a concorrência, sempre nos vangloriamos dos nossos resultados.
Hoje meus amigos falam comigo sobre o assunto e não sei o que responder, não sei mais quem eu sou.
Que espécie de crápula sou eu?Hoje me vejo num mato sem cachorro. Todos sabem que toda a nossa equipe conhece as histórias que acontecem lá dentro e julgam que somos coniventes por não termos aberto a boca até hoje.
Se sair de lá, terei dificuldades para arrumar outro emprego, pois desta vez, não é mais um orgulho ter meu nome vinculado ao do Doutor Roger. Me sinto revoltado e gostaria de sair, mas tenho medo do que vou enfrentar, alem da vergonha de ter me calado por tantos anos.
Posso fingir que não sabia de nada, mas alguém vai acreditar? Eu só pensei em mim, em mais ninguém. Pensei no que o meu dinheiro poderia comprar e onde a fama de trabalhar com o melhor do mercado, poderia me levar.
O clima na clínica está péssimo, pior do que sempre foi, com a competição que o próprio Doutor Roger faz acontecer entre nós, alguns não admitem, mas é real.
Ninguém sabe o que realmente vai acontecer pois a alguns meses o CRM esteve lá, fez a maior bagunça, mas até agora está tudo quieto. Alias, tudo, tudo está quieto. Não entendo como, nem por que.
Estou aqui para pedir DESCULPAS a todas as vítimas por não ter feito nada até hoje. Minhas sinceras desculpas a todas as vítimas. Isso é tudo que posso fazer hoje. Saibam que assim como vocês, por razões diferentes, terei um peso para o resto da vida."

Anônimo disse...
Parabéns doutor!Lembro-me de ter lido alguns comentários seus neste blog e sei exatamente quem você é, inclusive em meu depoimento na Delegacia fiz questão de enaltecer o seu atendimento.
Eu estava realmente chocada com a sua gana pelo dinheiro e pelo poder denunciados pela sua omissão até hoje.
O nosso medo maior nesta vida tem que ser do julgamento de Deus e de nossa família, são a eles que devemos satisfação.
Você ainda tem tempo de impedir que isso aconteça com outras mulheres, isso é fazer justiça.
Também tem tempo de impedir que considerem o nosso sofrimento mentiroso e pretensioso.
FAÇA A SUA PARTE, mas para isso seu depoimento precisa ser formalizado.Não morra com isso, pois nunca terás tranquilidade e dignidade para criar seus filhos e enfrentar sua esposa, mães e irmãs.
Você pode ser a chave para a aplicação da justiça.Dignidade é errar, reconhecer e, principalmente fazer algo em tempo de recuperar, ainda que seja uma recuperação parcial.
RECUPERE SUA SERENIDADE E DIGNIDADE.
COLABORE COM A JUSTIÇA e nos ajude a retomar a nossa dignidade, ainda lhe resta um mínimo de tempo.Pense em cada uma de nós.
No meu caso, juntei cada tostão da minha família para ter um filho e acabei perdendo o dinheiro, sendo abusada sexualmente, sofrendo com injustas acusações e com problemas psicológicos, talvez de natureza irreversível.
NÃO DEIXE QUE ISSO CONTINUE. FAÇA A SUA PARTE. SÓ VOCÊ PODE!!!!

Tereza disse...
Belo comentário da anônima. Não adiante se desculpar com as vítimas e continuar se escondendo. Imagino como não deve ser perturbador saber que tem uma pessoa que pode testemunhar para trancar este monstro na prisão e não poder contar com ela. Doutor, da mesma forma, deve ser perturbador para você saber que tem um testemunho e não torná-lo um instrumento de justiça.Força e coragem! Denuncie !

Abs

Lucio Ferro disse...
Hoje finalmente vi um programa da tv colocar este caso no ar ( programa do Datena no fim da tarde).
O cerco tá fechando sobre o canalha

Atenção: hoje na TV Gazeta, no jornal das 07:00 a jornalista Luciana Magalhães fez uma reportagem sobre o caso do médico monstro. Parabéns a vocês jornalistas que não esqueceram o caso!



Fonte: Comentários do paulopesblog
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:38 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO