notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
29.5.09
Médico nutrólogo fala sobre os benefícios do vinho.
O mês de junho é marcado pelas tradicionais festas de São João.

As baixas temperaturas do inverno influenciam no cardápio típico das festas, onde podem ser encontradas opções como canjica, bolos de milho, pipoca e quentão. O tradicional vinho quente, que também faz parte do cardápio dessa época, além de aquecer, possui as mesmas propriedades nutricionais do vinho convencional e oferece inúmeros benefícios para o organismo. "Tanto para o homem saudável quanto para o tratamento de doenças, o vinho quando consumido moderadamente é um ótimo aliado da saúde", explica o Dr. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da ABRAN, Associação Brasileira de Nutrologia. Análises químicas das substâncias que compõem o vinho, durante sua fabricação, são muito importantes para a nutrologia. Estão presentes nessa composição fenólicos, como os flavonóides, e não-fenólicos, como os ácidos benzóico, cafeico e sinápico. Com a presença de fenólicos, a bebida também desempenha função anti-séptica, antivirótica, antioxidante e ainda protege os vasos sanguíneos. "O vinho é um excelente anticoagulante, pessoas que bebem moderadamente têm menos chances de ter um AVC (acidente vascular cerebral)", salienta o Dr. Durval. O vinho e o auxílio na prevenção de doenças Em relação às doenças cardíacas, os flavonóides antioxidantes existentes na composição favorecem a dilatação dos vasos sanguíneos e protegem o aparelho cardiocirculatório. Em doses moderadas o vinho apresenta efeito no aumento da freqüência cardíaca e produz um pequeno aumento da pressão sistólica favorecendo a vasodilatação periférica. "O resultado é a diminuição da doença cardíaca isquêmica", completa o médico nutrólogo. Um estudo da Organização Mundial da Saúde comprovou que, na França, onde existe o costume de se beber vinho às refeições, a incidência de doença cardíaca isquêmica (DCI), apesar do alto consumo de gorduras saturadas no país, é menor do que em outros países industrializados. A ação benéfica para o coração pode ser explicada pelo fato de que componentes presentes no vinho ajudam a baixar o VLDL e aumentam o HDL, o que favorece também o controle do colesterol. Recentemente descoberta, a substância resveratrol, presente na uva, é responsável pela redução da viscosidade do sangue. Além de prevenir a aterosclerose, ela exerce um papel antioxidante importante para evitar fenômenos trombogênicos e aterogênicos. O resveratrol surge após uma reação à parasitas e fungos presentes na casca e na semente da uva. Pela sua função contra parasitas, acaba exercendo função antiinflamatória e anticancerígena que beneficia os consumidores de vinho. Além disso, as substâncias presentes na bebida ajudam no antienvelhecimento, inibem a ação dos radicais livres, e aumentam a resistência das fibras colágenas. Seus efeitos podem ser comparados aos das vitaminas C e E. O vinho auxilia também na relação entre o corpo e a mente. "Com a ingestão de um cálice de vinho é possível também aliviar tensões, stress e depressão", acrescenta. Moderação O Dr. Durval ressalta que o consumo do vinho deve ocorrer com moderação. Assim como qualquer outra bebida alcoólica, quando ingerida em grandes quantidades é prejudicial para o organismo humano, além de trazer danos psicológicos e sociais. Por isso, recomenda que se faça o consumo diário de uma taça para as mulheres, e duas para os homens. Se as doses diárias forem excedidas pode ocorrer uma ação indireta sobre o fígado e o aumento das enzimas hepáticas. Mesmo com tantos benefícios, o médico acrescenta que existem algumas contraindicações para a ingestão de vinho. "Não é aconselhável para pessoas com arritmia cardíaca, doenças psiquiátricas, pacientes em uso de psicotrópicos, úlceras digestivas, alergias alimentares", alerta. Quem pratica esportes também deve ficar atento, pois, segundo ele, algumas substâncias presentes no vinho podem retardar o desenvolvimento de massa muscular.

RedaçãoeAgora.com.br
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 21:21  comentar

De Anu a 22 de Junho de 2009 às 11:25
There are many other supplements available in the market, some are really good like Resveratrol Ultra & Pure RezV Pro are the highest rated anti-aging product. It is used to boost up the energy, reduce winkles and used as a excellent shield against cancer, diabetes, cardiovascular diseases while it reduces constipation, bloating. The measured quantity of resveratrol must vary between 50mg to 250mg each day, but before starting the procedure of resveratrol supplements you must consult to the doctors.

But before taking Resveratrol supplements you must gather proper information about Resveratrol and at the same time consult the doctor before you purchase the Resveratrol (http://resveratrolultra.org/) for better results.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
blogs SAPO