notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
24.5.09

Uma passeata realizada na manhã deste domingo em memória a dois jovens mortos em um acidente de trânsito que envolveu um deputado estadual em Curitiba (PR) reuniu cerca de 500 pessoas, segundo a Polícia Militar.
Empunhado faixas, cartazes e vestidos com camisetas, algumas com as fotos dos jovens, o lema utilizado foi "190 km/h é crime! Justiça para todos!". O ato teve início por volta das 10h e terminou às 12h30.
Carli Filho permanece internado no hospital Albert Einstein. Ele bebeu antes do acidente.
O slogan é uma referência ao fato de o deputado estadual Fernando Carli Filho (PSB) que dirigia sob o efeito de álcool e estava com a habilitação suspensa quando se envolveu no acidente que provocou a morte de Gilmar Rafael Souza Yared, 26, e Carlos Murilo de Almeida, 20. Existe a suspeita de que ele dirigia em alta velocidade no momento do choque.
O acidente ocorreu no último dia 7, quando o carro guiado pelo deputado, um Volkswagen Passat, colidiu com um Honda Fit ocupado pelos jovens no bairro Mossunguê, em Curitiba. Yared e Almeida morreram no local e Carli Filho permanece internado.
Segundo um amigo da família, o grupo saiu dos cruzamentos das ruas Monsenhor Ivo Zanlorenzi e Paulo Gorski, no Mossunguê e foram até o parque Barigui, num percurso de aproximadamente 5km.
Durante o ato familiares e amigos fizeram discursos pedindo justiça e paz. O advogado da família de Yared, Elias Mattar Assad, pediu que familiares e amigos compareçam a um ato previsto para ocorrer no próximo sábado (30) no local conhecido como "boca maldita", na praça 15 de Novembro, no centro de Curitiba.

Pontos e cassação

Além de dirigir sob o efeito de álcool, o deputado estava com a carteira de habilitação suspensa quando ocorreu o acidente, por ter excedido o total de pontos permitidos --totalizava 130 pontos, enquanto o máximo permitido é de 20. De acordo com informações do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), o deputado possuía 30 multas, desde 2003. Destas, 23 eram por exceder limites de velocidade. O deputado recorreu de 12 das 30 multas.
O pedido de cassação do mandato dele foi formulado pela família de Yared à Assembléia Legislativa do Paraná e deve ter um parecer apenas em junho. Nesta semana termina o prazo de dez dias para apresentar sua versão.
Paralelo a isso, a Executiva Estadual do PSB notificou extrajudicialmente Carli Filho para que ele forneça explicações sobre o que ocorreu. Dependendo da análise a ser realizada, ele pode ser até expulso, segundo declarou o presidente estadual da sigla no Paraná, Severino Araújo.

Fonte: Folha Online
link do postPor anjoseguerreiros, às 14:42 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO