notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
6.1.09
SÃO PAULO - Recebeu alta nesta terça-feira da Santa Casa de Franca, a 400km da capital, Júlia Freitas Massucato, de 12 anos, vítima de um disparo feito pelo próprio pai, em 24 de outubro do ano passado. Embora esteja alerta, respirando sem aparelhos e com as funções vitais mantidas, Júlia ainda tem um quadro neurológico comprometido e em recuperação. Ela ainda não faz contato, não faz movimentos para andar ou sentar e se alimenta por sonda.
De acordo com os médicos, ela vai entrar na segunda fase do tratamento para a recuperação dos movimentos, o que pode levar até três anos. O atendimento será feito pelo SUS.
Júlia foi baleada pelo próprio pai, que atirou em toda a família e depois se suicidou. Ela teve perda de massa encefálica por causa de uma bala que atravessou o crânio. Armado de um revólver calibre 32, Helder Massucato Resende, de 46 anos, matou a sua mãe, Lourdes Massucato Resende, a irmã gêmea de Júlia, Letícia de Freitas Massucato Resende, o outro irmão da garota, Alexandre Freitas Massucato Resende, de 7 anos, todos com tiro na cabeça. Ele ainda atirou na mãe de Júlia, Valéria Gomes de Freitas Resende, de 37 anos, que sobreviveu.

link do postPor anjoseguerreiros, às 21:50  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO