notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
1.6.09
Homem de 40 anos estava internado desde março com quadro de infecção grave

Morreu na noite de sábado (30) um paciente que estava internado em Londrina desde março com criptococose, a chamada "doença do pombo". Márcio Marcos Kovaleski Moreira, de 40 anos, estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Londrina com um quadro grave de infecção e não resistiu na noite de sábado.
A possível causa da contaminação pelo fungo, segundo informações médicas na ocasião da internação, era o ofício da vítima, que trabalhava em uma serralheria. A criptococose é transmitida pelas fezes dos pombos e também pela madeira e solo.
Em novembro de 2007, uma pessoa morreu no município em consequência desse mal e, naquele mesmo ano, foram registradas sete mortes no Estado.
Na ocasião, estimava-se que a cidade tinha cerca de 200 mil pombos. As fezes dos pombos são consideradas as principais transmissoras do fungo causador da doença, normalmente por inalação.



Site Londrix
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 18:03 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO