notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
23.5.09

O prefeito de uma pequena cidade do Texas renunciou abruptamente ao cargo na última quarta-feira depois de se sentir forçado a escolher entre o posto o seu amor por um imigrante ilegal mexicano. J.W. Lown, de 32 anos, decidiu largar a prefeitura e a cidade horas antes de fazer o juramento para um novo mandato. Ele viajou para o México acompanhado do parceiro.
Lown deixou sua renúncia por escrito em uma carta explicando as razões de seu gesto. Ele disse que não queria assumir o cargo sabendo que estava "ajudando alguém que não é cidadão dos Estados Unidos".
"Tivemos que fazer a coisa certa vir para o México e aguardar por um visto", disse Lown em entrevista ao jornal "San Angelo Standard-Times", na quarta-feira.
Lown, que tem dupla cidadania, dos EUA e do México, disse que não sabia quanto tempo seria necessário para obter um visto para o seu parceiro. Ele disse que iria voltar para sua cidade, se "o povo de San Angelo acolher-me de volta."
O vereador Johnny Silva disse que Lown foi prefeito da cidade durante os últimos seis anos. No último dia 9, ele voltou a ganhar as eleições, obtendo 89% de votos.
Durante uma teleconferência com a imprensa americana, do México, Lown explicou que começou em março uma relação com um jovem mexicano que foi para os EUA há cinco anos para fazer faculdade.
O prefeito explicou que, após pensar muito, tomou a decisão de sair do país com seu parceiro, o qual não quis identificar. "Tomei a decisão final quando soube que era a melhor decisão para mim, para meu parceiro, para nosso futuro e o da comunidade", acrescentou.
Em um emotivo comunicado dirigido aos cidadãos, Lown lamentou ter de renunciar e assegurou que San Angelo é sua "casa".
"Não há palavras para expressar minha gratidão às pessoas que investiram seu tempo e experiência para me ajudar a ser o melhor prefeito possível para nossa cidade", acrescentou Lown. Segundo o vereador Silva, ele recebeu mais de 300 e-mails pedindo que retornasse.
Segundo uma pesquisa publicada pelo jornal local "Go San Angelo" e que contou com a participação de mais de mil cidadãos, 82% deles consideram que Lown fez um trabalho bom ou excelente como prefeito.
Ele foi reeleito em 9 de maio, com 89% dos votos, para um cargo que paga US$ 600 por ano e ao qual não são atribuídos poderes além dos garantidos aos demais membros do Conselho Municipal.
O Condado de San Angelo tem cerca de 180 mil habitantes, dos quais 40% são hispânicos.

Folha on line com Efe e Associated Press
link do postPor anjoseguerreiros, às 21:53  comentar

De Luma a 24 de Maio de 2009 às 01:22
Isto sim é sair do armário!!

Meninas, passei para avisar que acrescentei seu link à lista de participantes da blogagem coletiva "Em defesa da infância" e quando puder, acesse a lista para saber o que outros blogueiros estão repercutindo. Posteriormente essa lista estará também disponivel também no blogue "Diga não a erotização infantil". Beijus

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
blogs SAPO