notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
10.6.09
BRASÍLIA - O americano David Goldman, pai do menino Sean, cuja guarda é disputada judicialmente entre o pai e o padrasto, está no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) para acompanhar a sessão desta quarta-feira. Em pauta, está a decisão do ministro Marco Aurélio Mello que, em liminar, suspendeu a ida do menino para os Estados Unidos para viver com o pai. O plenário decidirá se mantém ou não a decisão.
A decisão do STF não será decisiva para o caso, porque o Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região, com sede no Rio de Janeiro, também deu uma liminar suspendendo a ida de Sean para os Estados Unidos.
Sean, hoje com 9 anos, morava com os pais nos Estados Unidos e, com quatro anos de idade, veio com a mãe passar férias no Brasil e nunca mais voltou. Ela se casou com um brasileiro e engravidou dele. No ano passado, ela morreu no parto e a guarda provisória de Sean ficou com o padrasto.
David Goldman está no plenário acompanhado do advogado, Ricardo Zamariola. O americano estava com uma folha de papel nas mãos com as fotos dos onze ministros do STF impressa. Aparentemente, perguntava ao advogado o perfil decisório de cada um deles, para estudar as possibilidades de vitória. Goldman não quis dar entrevista. O advogado, no entanto, esclareceu que o cliente sabe que o julgamento desta quarta-feira não será decisivo:
- É um julgamento importante, mas não é a devolução da criança que será decidida.



O Globo On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 14:48 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO