notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
26.5.09

De uma mãe de um filho desaparecido

Você foi um anjo
De minhas entranhas, arrancado.
Agora talvez, perseguindo estrelas,
Ou ainda talvez, não querendo vê-las,
Ou vendo-as de olhos fechados.

Mantive as portas abertas;
A esperança assim exigia,
Luzes acesas
Teu prato a mesa,
No teu quarto arrumado, a cama vazia.

Solidão não se divide
Se multiplica,
E a saudade é na realidade,
Maldade
Para machucar a quem fica.

Vasculhei sarjetas;
Revirei bueiros no breu.
Mundo estranho onde se abrigam os anjos
Se escondendo sob os escombros
Do seu verdadeiro eu.

Velha, cansada,
De um cansaço que não irá me derrotar,
Pois no labirinto da minha memória
Eu reinvento a minha história
E volto a te encontrar.

Maria Célia e Carmen

OVERMUNDO
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:37 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO