notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
26.2.09
SÃO PAULO - A juíza da Infância e Juventude de Catanduva Sueli Juarez Alonso decretou na noite desta quinta-feira a prisão de quatro suspeitos de envolvimento na suposta rede de pedofilia que agia na cidade, a 379 quilômetros da capital. Os quatro foram reconhecidos por 14 crianças vítimas de abusos. Dois acusados são menores de idade e um deles já havia sido apreendido sob a mesma acusação, mas ficou detido menos de um mês. Outro preso é William Mello, de 19 anos, sobrinho do borracheiro de bicicletas José Barra Nova de Mello, que está preso há dois meses e é o principal acusado dos crimes. O outro homem identificado pelas crianças é Eduardo Augusto Arquino. Ele foi reconhecido como a pessoa que levava as crianças para a casa de um jovem médico, num bairro nobre da cidade, onde os abusos ocorriam. O médico, no entanto, não foi identificado entre os suspeitos.
Os pais das vítimas se queixaram que o médico teria aparecido para o reconhecimento com os cabelos cortados e um visual diferente, assim como outro acusado. Arquino, os dois menores e William tiveram prisão temporária decretada por Sueli Alonso. A prisão tem prazo de 30 dias e vale enquanto durarem as investigações.
Para fazer o reconhecimento dos sete suspeitos, a polícia de Catanduva cogitou usar como figurantes na sala de reconhecimento os repórteres que estão cobrindo o caso e conversando com as crianças cotidianamente. A ideia foi descartada até pelos advogados de defesa dos suspeitos, que apontaram que as crianças poderiam se confundir.
O reconhecimento dos suspeitos pelos menores demorou seis horas. Terminada essa etapa, a delegada que investiga o caso ouviu os sete suspeitos. Todos eles haviam chegado pela manhã na delegacia, em carros com vidros escuros e entraram direto no prédio. Os menores comparecem acompanhados dos pais. Pelo menos 23 crianças, segundo a investigação, sofreram abuso sexual ou teriam sido foram molestadas.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 21:47 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO