notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
19.5.09

Atividade faz parte na semana municipal de enfrentamento aos atos criminosos contra menores de idade

O dia nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes foi comemorado na capital por um manifesto na praça da Biblioteca Pública, realizado pelos comitês municipais e estaduais de enfrentamento da violência infanto-juvenil. O objetivo, além de conscientizar a população sobre a importância da proteção a esses menores, é também de divulgar o disque-denúncia.
Para o conselheiro João Lima, o disque 100 é a melhor estratégia já lançada pelo Ministério da Justiça no combate à violência sexual infanto-juvenil, pois é por meio dele que muitos casos de abusos e de pedofilia são descobertos e os culpados, devidamente punidos.
“Hoje o dia é referencia para todos os órgãos que trabalham com o enfrentamento a esse tipo de violência em todo o país. O disque denúncia é utilizado desde 2006 e é responsável pelo conhecimento de mais da metade das denuncias apuradas pelas delegacias e conselhos tutelares e ainda assim representa apenas 10% dos casos de violência. Esse é um mecanismo fundamental nesse enfrentamento, pois através dele pode-se resolver muitos casos, sem comprometer o denunciante”, argumenta.
A coordenadora Estadual do comitê de enfrentamento a violência sexual contra menores de idade, Jozenira Silva, destaca a importância das atividades que tiveram início no ultimo dia 12 de maio, para garantir a proteção dos adolescentes e crianças vítimas de abusos.
“Buscamos destacar durante toda a semana que a única maneira de combater esses crimes é a sociedade e o Estado caminharem juntos contra a violência. E durante nossas atividades, estamos tentando desnaturalizar atos criminosos contra adolescentes, que atualmente estão sendo encarados com muita normalidade. Existem políticas públicas contra essas práticas, mas se elas ainda não são aplicadas é porque a sociedade ainda não tomou consciências da gravidade desse problema e por isso ainda não cobrou a eficácia dessas políticas. Então nosso desafio além de conscientizar a população é criar nos jovens o sentimento de auto-proteção”, explica.
A programação conta ainda com duas mesas redondas para debater o tema na Firb/Faao e oficinas nos Centros de Referencia Especializados em Assistência Social (Creas) e nos Centro de Referencia de Assistência Social (Cras). Além disso, amanhã, quarta-feira acontece uma sessão solene na Assembléia Legislativa. A câmara dos vereadores de Rio Branco também realizou um ato solene sobre o tema para marcar a abertura da semana municipal de enfrentamento a exploração sexual infantil.

Lyslane Mendes - lysmendes@pagina20.com.br
19-Mai-2009
link do postPor anjoseguerreiros, às 17:54 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO