notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
4.3.09
754 km2 foram destruídos, mas n.º pode ser maior porque nuvens cobriam 76% da região
O desmatamento na Amazônia atingiu, em um período de três meses, o equivalente a uma área de 91 mil campos de futebol. Entre novembro de 2008 e janeiro deste ano, a devastação da floresta atingiu 754,3 km2, de acordo com dados captados pelo Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), divulgados ontem.
Os números mostram uma queda de 70,2% de desmatamento comparado com o período de novembro de 2007 a janeiro de 2008, quando foram registrados 2.527 km2 de floresta derrubada. Essa alta taxa de desflorestamento levou o governo, no início do ano passado, a adotar uma série de medidas, como a Operação Arco de Fogo, chamada à época de "maior investida policial na Amazônia Legal", envolvendo mais de 300 integrantes da Polícia Federal, Força Nacional de Segurança e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Os dados deste ano, no entanto, podem ser piores. No período medido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), 76% da área monitorada estava coberta por nuvens, o que impediu a captação de imagens de desmatamento pelo sistema. Acre, Amazonas, Amapá e Roraima praticamente não foram acompanhados por causa das condições meteorológicas. Para o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, esse dado não impede a comemoração na redução do desmatamento. "No ano passado, também houve uma grande cobertura por nuvens." No período 2007/2008, a área coberta por nuvens foi de 69%. "Se a área monitorada fosse muito diferente, o número poderia ser questionado. Mas a queda do desmatamento é três vezes mais significativa do que a diferença de cobertura", avaliou.Minc atribuiu a redução à adoção de medidas de fiscalização. Para ele, os efeitos da crise econômica ainda não podem ser sentidos na atividade de desmatamento. "Não deu tempo. Isso deve ser visto a partir de abril", afirmou. Tradicionalmente, todas as vezes em que há aumento de preços de commodities, o desmatamento aumenta. Movimento inverso também ocorre, mas, para Minc, tais reflexos não são imediatos.O ministro anunciou que este ano deverão ser publicados editais para contratação de mil fiscais da área de meio ambiente. Parte deles vai para o Instituto Chico Mendes, parte para o Ibama. Quatro aviões foram contratados para fazer o monitoramento de áreas suspeitas de desmatamento. Ele lembrou ainda que o monitoramento do desmatamento será ampliado. "Na revisão do Plano do Clima, em março do próximo ano, já deverão ser incluídas metas para redução de desmatamento de outros biomas."A área campeã de desmatamento foi o Pará, com 318,7 km2 de floresta derrubada. Em segundo lugar vem Mato Grosso, com 272,3 km2, seguido do Maranhão, com 88,4 km2. Para a delegada da Polícia Federal Fernanda Santos, o fato de o Maranhão figurar entre Estados com maior atividade de desmatamento é explicado pelo aumento da fiscalização em outras áreas, consideradas prioritárias. "Houve uma migração para áreas de menor fiscalização", afirmou. A expectativa agora é que haja um aumento do número de policiais para fiscalizar a atividade no Estado.Dados revelados pelo Deter mostram que as áreas de desmatamento apresentam um traçado muito semelhante ao das rodovias na região: BR-163, BR-364 e Transamazônica. Um fenômeno que não surpreende o ministro. "É uma tendência conhecida, mas que pode ter seus efeitos neutralizados."

DESTRUIÇÃO

754,3 quilômetrosquadrados foi a área desmatada na Amazônia no trimestre de novembro de 2008 e janeiro de 2009318,4 quilômetrosquadrados foi a área derrubada no Pará, o Estado que mais desmatou no período

tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 07:52 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO