notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
12.5.09

A perita que participa, na manhã desta terça-feira (12), da reconstituição da morte da jovem Ana Cláudia Melo da Silva, ex-mulher do ex-jogador de futebol Janken Ferraz Evangelista, é a mesma que participou da reconstituição do caso Isabella Nardoni. A informação foi passada por Mauro Otávio Nassif, um dos advogados do ex-jogador.

Segundo Nassif, a perita irá fazer a reprodução fotográfica da reconstituição. Por volta das 11h15, ela conversava com Janken Evangelista, dentro do apartamento no quarto andar do edifício de número 912 da Avenida do Cursino – na Zona Sul de São Paulo -, para fechar os detalhes da reconstituição. A perita teria solicitado ainda que apenas um advogado, de defesa e acusação, além do promotor de Justiça e do delegado responsável pelo caso assistissem ao trabalho. Um fotógrafo e um desenhista também participam da reconstituição.
A previsão, de acordo com Nassif, é de que a reconstituição demore cerca de uma hora e os profissionais vão remontar o crime como teria ocorrido de acordo com a versão de Janken. Não há testemunhas do crime no caso. Apenas o filho do casal estava no local no momento do crime, mas ele não foi listado para depor.
O crime ocorreu no dia 22 de março no apartamento em que a jovem morava com o filho, o irmão e um amigo. Ela foi morta com 14 facadas. Segundo a polícia, o jogador confessou o crime após ser preso. A reconstituição foi solicitada pelo Ministério Público do estado de São Paulo.

Sem algemas

O advogado informou ainda que Janken está sem algemas e veste uma camisa branca. Ele chegou ao prédio às 10h25, mas a imprensa não conseguiu avistá-lo. Três carros da polícia entraram correndo no estacionamento e o ex-jogador veio abaixado na parte de trás de um deles.
Uma investigadora irá representar Ana Cláudia durante a reconstituição. Ainda segundo Nassif, após a reconstituição dentro do apartamento, a perícia deverá realizar a reconstituição de Janken no elevador e na parte externa do prédio, durante sua saída do local. Peritos vão posteriormente produzir um laudo sobre a reconstituição. Esse documento irá embasar a promotoria para acusar Janken e denunciá-lo à Justiça.

Fonte: G1
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:28  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
blogs SAPO