notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
6.2.09
Padre fundador da Legião de Cristo foi pedófilo e teve amante
Uma entidade religiosa tem como base os princípios e os exemplos de vida de seu fundador – é óbvio. E quando pesa sobre o fundador a acusação de pedofilia e de ter tido amante? Bem, nesse caso não é fácil para a entidade conviver com a memória do fundador.É o que ocorre com a Legião de Cristo e com o seu braço leigo Regnum Christi.
O padre Marcial Maciel [reprodução ao lado], o fundador, morreu aos 88 anos em 30 de janeiro de 2008 e tem sido uma alma penada a assombrar as duas entidades.No começo deste ano, blogs que cobrem religião, como o Exlcblog, Life After LC, Pontifications, divulgaram que o padre Maciel teve uma amante e com ela uma filha, hoje com 20 anos. O padre mandava todo mês dinheiro para amante, à qual visitava com frequência.Nos Estados Unidos, alguns legionários ficaram tão revoltados, que cogitaram renegar o fundador, o que seria algo inédito.O padre Marcial Maciel criou a Legião no México em 1941 com o propósito de estabelecer o “Reino de Cristo na sociedade”, conforme o site da entidade. A Legião mantém seminários e está representada em 30 países. No Brasil, instalou-se em 1985.As evidências da vida dupla do padre são tantas, que a direção da Legião não teve como desmenti-las.Jim Fair, porta-voz da entidade, disse: “Confirmamos que existem aspectos da vida dele que não foram apropriadas a um padre católico. Soubemos de algumas coisas que são surpreendentes e difíceis de entender”.A rigor, não era para haver surpresa, porque é impossível alguém ter vida dupla por décadas sem que os mais próximos desconfiem. E também porque o padre já tinha sido acusado de abusar nos anos 80 de adolescentes, todos meninos, recrutados para serem legionários de Cristo.Quando as acusações de pedofilia se tornaram públicas, o padre Maciel já estava idoso e, por conta disso, a Congregação para a Doutrina da Fé decidiu colocar panos quentes sobre o caso, para não prejudicar a Legião.A Congregação teria convencido o padre a se retirar de suas obrigações na entidade e dedicar-se somente à penitência e à oração.Faz sentido, porque se trata de comportamento típico da hierarquia católica: para preservar a instituição, acoberta os padres pedófilos e que as vítimas se danem.


Polícia prende suspeito de abusar da irmã de 6 anos no Paraná
Tia levou criança para hospital após constatar sangramento.Segundo delegado, jovem teria confessado crime em depoimento.
Segundo a polícia, o suspeito chegou em casa e encontrou somente os dois irmãos, um menino de 3 e a menina de 6 anos. “Segundo foi apurado, o acusado mandou o menino ir para a casa de uma tia, vizinha dele, e abusou sexualmente da irmã”, disse o delegado Cristiano Augusto Quintas dos Santos. De acordo com o delegado, após o crime, a menina foi também para a casa de sua tia, que notou um sangramento na parte íntima da criança. “No hospital foi constatada a violência sexual, e a menina, em conversa, contou que foi seu irmão quem a teria molestado”, afirmou Santos. Segundo a polícia, o rapaz confessou o crime durante o depoimento. Ele está preso no Setor Temporário de Carceragem da 14ª Subdivisão Policial de Guarapuava.


Salva-vidas de prefeitura é preso acusado de pedofilia em MG
BELO HORIZONTE - Um salva-vidas foi preso em Pouso Alegre, no sul de Minas, suspeito de abusar sexualmente de crianças e adolescentes. De acordo com a polícia, o suspeito é funcionário concursado da prefeitura e trabalha na Praça Municipal de Esporte desde 2005. Na casa dele, os policiais encontraram uma filmadora e 13 fitas com imagens de abuso sexual. Em depoimento, o suspeito teria confessado o crime e disse que sofre de problemas psicológicos.- Há possibilidade de encontrarmos até mais fitas. Desde 2005, que ele estaria aliciando crianças - disse o delegado regional Carlos Eduardo Pinto.Segundo a polícia, ele era investigado há um mês. As investigações começaram uma denúncia anônima recebida pela Secretaria Especial de Direitos Humanos.- Foi instaurado um procedimento investigativo e foi confirmada realmente a veracidade da denúncia - completou o delegado.Segundo a policia, uma arma calibre 32 também foi encontrada em uma chácara em Pouso Alegre. O suspeito está detido na cadeia da cidade.- As fitas mostram diversos locais. Existem lugares azulejados, um casa bem simples, aparentemente um quarto com piso bem simples, com um colchão no chão. Então, nos vamos identificar esses locais agora, verificar as datas. A investigação deve prosseguir ainda por mais uns 30 dias - afirmou o delegado.O Conselho Tutelar de Pouso Alegre também investiga o caso. De acordo com a prefeitura, o funcionário ficou afastado durante um ano por problemas de saúde e voltou ao trabalho em janeiro. Ele vai responder a processo administrativo.

Pedófilo de Ilhabela dá golpe de jiu-jítsu, salta do 3º andar de delegacia e acaba na UTI
SÃO PAULO - Acusado de abusar de crianças, o vigilante Claudemir dos Santos Trindade, de 31 anos, preso segunda-feira em Ilhabela, Litoral Norte de São Paulo, tentou fugir pulando pela janela do terceiro andar da Delegacia Seccional de São Bernardo do Campo, no ABC, nesta terça-feira.O delegado Mitiaki Yamamoto contou que, por volta das 18h20m, Claudemir havia acabado de prestar depoimento no terceiro andar do prédio. Ele iria ser conduzido para o andar térreo da delegacia, quando, mesmo algemado, aplicou um golpe de jiu-jítsu em um investigador de 67 anos, que o escoltava, e correu de volta para a sala do interrogatório.Segundo a polícia, Claudemir pulou em cima de uma mesa próxima a uma janela aberta, em seguida, atirou-se para fora, em direção a uma árvore. A polícia acredita que ele queria cair no topo da árvore para tentar amortecer a queda, porém, caiu direto no chão, de uma altura de cerca de 15 metros.O segurança foi levado consciente para o PS de São Bernardo. Segundo o hospital, ele teve lesões graves no braço e na perna, esmagamento de punho e tornozelo. Após exames, ele foi transferido para o Hospital Mário Covas, onde passou por cirurgia para fixação de fraturas e correção de uma insuficiência renal aguda, onde permanecia na UTI do hospital, entubado, em estado grave.Yamamoto conta que conversou com Claudemir enquanto o segurança ainda estava consciente.- Ele disse que queria fugir porque sabia que estava encrencado - diz o delegado.O advogado contratado pela família, Jonas Marzegão, disse que aguarda a recuperação do cliente para ouvi-lo e que os familiares do segurança acreditam que ele tenha sofrido agressão na delegacia. Segundo Marzegão, um pedido de apuração dos fatos foi enviado ao mesmo juiz que expediu o mandado de prisão temporária do acusado.Claudemir foi preso quando levava a mãe ao hospital, em Ilhabela. Há seis meses, ele trocava mensagens com um menino de 10 anos que mora em São Bernardo. Na casa do segurança, foram apreendidos computadores, DVDs, preservativos e várias fotos de crianças nuas. Uma delas, com ele do lado.


Noventa mil pedófilos foram removidos do MySpace em dois anos
NOVA YORK - O MySpace identificou e bloqueou o acesso de cerca de 90 mil pessoas acusadas de delitos sexuais nos últimos dois anos, informaram os administradores da rede social a um grupo de trabalho que investiga o tema. O MySpace, propriedade da divisão digital da Fox Interactive Media, da News Corp, revelou os números após receber uma intimação.A assustadora cifra é mais que o dobro do que o MySpace havia reconhecido anteriormente, de acordo com Richard Blumenthal, vice-presidente do grupo formado por fiscais que investigam o uso que delinquentes sexuais fazem da internet."Essa impressionante revelação, que recebemos graças a nossa intimação, nos dá uma prova convincente de que as redes sociais seguem infestadas de pedófilos", declarou Blumenthal em um comunicado. O grupo de estudo espera uma resposta a citação semelhante enviada ao Facebook.O diretor de privacidade do Facebook, Chris Kelly, disse em comunicado que está trabalhando em conjunto com Blumenthal, mas que o site ainda não conseguiu descobrir "nenhum caso de um pedófilo que tenha se encontrado com um menor através do Facebook"."Diferente do MySpace e de outras redes sociais, o Facebook sempre teve uma cultura de se adotar o nome real e desenvolveu regras de verificação social e de privacidade que permitem a interação em um ambiente mais seguro e confiável", continua o comunicado.Há dois anos, o MySpace contratou os serviços da empresa Sentinel Safe Tech Holdings para verificar antecedentes e criar uma base de dados nacional de pedófilos, após surgirem relatos de que alguns adolescentes haviam sido sequestrados.Segundo os administradores do site, a base de dados permitiu que 90 mil usuários fossem identificados como criminosos sexuais, por terem sido condenadas pela Justiça.


Gerente de hotel é preso com fotos pornográficas de crianças e adolescentes em celular
SÃO PAULO - Um gerente de hotel foi preso e acusado de corrupção de menores e pedofilia. Marco Antonio Alves Amaro, de 40 anos, foi perseguido pela polícia e preso em flagrante após abordar um grupo de adolescentes na Rua Soldado Abel Antonio Medanha, no Parque Novo Mundo, zona norte de São Paulo. Os adolescentes teriam sido constrangidos por Amaro, que dirigia um Fiat Stilo, e chamaram uma viatura do 90º Distrito Policial, que atua na região.Ao ser abordado, Amaro portava um celular com fotos pornográficas feitas com crianças e adolescentes. O material foi apreendido e o gerente foi levado para a delegacia.Esta é a segunda prisão no estado pelo crime de pedofilia em dois dias. Em Ilhabela, litoral norte, um segurança foi detido e, segundo a polícia, atraía crianças pelas páginas de relacionamento na internet. Na casa dele, havia fotos de várias crianças, filmes pornográficos e muitos preservativos.Segundo a polícia, o segurança procurava meninos na internet, em páginas de relacionamento, um meio de comunicação que muitas famílias ainda não dominam e têm dificuldade de fiscalizar. No caso de uma das vítimas, os pais nunca usaram um computador. A polícia suspeita que o segurança tenha aliciado pelo menos três outras crianças pela internet. Ele será indiciado por atentado violento ao pudor e corrupção de menores.


Funcionário público é acusado de pedofilia e morre linchado em Caçapava
SÃO PAULO - Um funcionário público de 43 anos foi linchado e morto nesta quinta-feira em Caçapava, a 120 km de São Paulo, no Vale do Paraíba. Ele era acusado pela mãe de uma menina de 8 anos de seguir a filha dela há alguns dias.Nesta quinta, o auxiliar foi visto dentro de um galpão e, em vez de ligarem para a Polícia Militar, algumas pessoas se reuniram para o linchar. O local seria uma usina de asfalto da Prefeitura, onde ele trabalhava. Mesmo encaminhado por policiais militares a uma unidade de Saúde, ele não resistiu aos ferimentos e morreu.No momento em que a PM chegou ao local, não havia mais nenhum agressor no galpão. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Caçapava como homicídio de autoria desconhecida.A menina havia revelado aos pais, horas antes, a agressão que teria sofrido na rua onde morava, no bairro Centenário.- Ela apareceu chorando, deseperada, dizendo que o homem queria pegá-la, puxando-a pelo braço e querendo levá-la para um matagal, que é um galpão da prefeitura - disse a mãe da criança, Andréia Rocha, que imediatamente ligou para a polícia.Assim que receberam a denúncia, os policiais foram fazer uma ronda no bairro para tentar prender o funcionário público. Mas só encontraram o corpo dele, sentado em uma cadeira.De acordo com os médicos que o socorreram, ele tinha apenas dois ferimentos: um na boca e outro na cabeça.A polícia esteve no local para fazer a perícia técnica e ouvir testemunhas. Um segurança disse que três homens invadiram o local e agrediram o auxiliar de serviços gerais. Em seguida, foram embora.O irmão do funcionário público ficou surpreso com a morte. "Ele era solteiro e morava com o meu pai e nunca ninguém viu ele mexer com alguém dessa forma, ou alguma ocorrência assim", disse.De acordo com o exame de corpo de delito, não houve estupro, mas o mesmo exame confirmou marcas de aliciamento no corpo da criança. A policia, agora, procura os outros homens que teriam sido vistos no local pelo vigia e pela menina.


Homem é preso suspeito de abusar sexualmente de menina de 8 anos
SÃO PAULO - Um homem foi preso em Araçoiaba da Serra, a 115 km de São Paulo, suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 8 anos. Segundo a polícia, a família da criança participava de uma confraternização em uma chácara e a menina tomava banho quando foi molestada pelo vizinho.A criança foi encaminhada para o Hospital Regional, em Sorocaba, passou por exames e recebeu, preventivamente, o coquetel anti Aids. O suspeito foi encaminhado para a cadeia de Pilar do Sul.


Polícia prende dono de empresa suspeito de pedofilia no Centro
Rio - Dois sócios de uma empresa foram presos, sendo um deles pelo crime de pedofilia, e cinco computadores apreendidos durante operação realizada, nesta quinta-feira, em no centro do Rio, por policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM). A ação foi realizada em conjunto com a Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes),Os agentes, comandados pela titular da especializada, delegada Andrea Menezes, constataram que a empresa Target Informática utilizava softwares, como Windows e MSOffice, sem licença.A Target Informática , situada na Avenida Presidente Vargas, 583, salas 1.206 e 2.012, no Centro, é especializada em montagem e venda de computadores, e comercializava equipamentos com softwares piratas instalados.Além da pirataria, um dos sócios da empresa, Max Francisco Silawsky, 42 anos, foi preso em flagrante pelo crime de pedofilia, pois em um dos computadores utilizados pela empresa, foi encontrado material de pornografia infantil.O outro sócio, Robson José Silva de Carvalho, 43 anos, foi preso por uso de software pirata.


Detetives do caso Madeleine descobrem rede de pedofilia na internet
Barcelona - Detetives espanhóis que investigam o desaparecimento da menina Madeleine McCann, em 2007, descobriram uma rede de difusão de imagens pedófilas na internet, que levou à prisão de 13 pessoas e o indiciamento de outras 12, segundo o site do jornal El Mundo. Além disso, grande material foi apreendido. A agência de investigação com sede em Barcelona que investiga o desaparecimento da inglesa em Portugal, recebeu uma mensagem que afirmava que a menina poderia aparecer em um vídeo pedófilo difundido na internet.Madeleine não aparecia nas imagens, mas a agência denunciou a existência do vídeo à brigada de investigações tecnológicas espanhola.O desmantelamento desta rede havia sido anunciado em 15 de dezembro pela polícia em um comunicado, que prestou contas da prisão de 34 pessoas, entre elas as 13 mencionadas por El Mundo. A Espanha intensifica há vários anos as operações contra a pornografia infantil na internet. Há cinco anos, mais de 1,2 mil pessoas foram detidas neste tipo de investigação, 408 apenas em 2008.


Sobe para 47 o número de denúncias contra acusado de pedofilia em Catanduva
SÃO PAULO - Subiu para 47 o número de denúncias contra o borracheiro José Barra Nova de Melo , de 46 anos, preso em Catanduva, a 379 km de São Paulo, suspeito de pedofilia. Depois da prisão de Melo, pais e mães de crianças de três bairros decidiram procurar o departamento de Educação da cidade para dizer que as crianças também foram abordadas por ele.O sofrimento de uma mãe revela os sentimentos de revolta e indignação. Os três filhos, que têm entre 5 e 10 anos de idade foram vítimas de abuso sexual. Ela só suspeitou depois que o mais velho chegou machucado em casa. Ameaçado de morte, o menino foi obrigado a levar os outros irmãos até a casa de Melo, 46, que vendia pipas e consertava bicicletas para atrair as crianças.Segundo a mãe, os filhos foram molestados pelo pedófilo durante seis meses, mas ela só teve conhecimento no mês passado e comunicou a polícia. Ainda muito abalada, conta que toda família está passando por tratamento psicológico.Outra mãe também denunciou o pedófilo quando a filha de 8 anos mostrou a ela uma foto tirada pelo criminoso.Melo foi preso na última quinta-feira e está em uma cela separada na cadeia de Catanduva. Ele vai responder pelos crimes de atentado violento ao pudor e por expor crianças a material pornográfico. Durante um mês de investigação policiais encontraram na casa dele fotos de crianças nuas, além de filmes pornográficos. Ele estava foragido e era procurado pela polícia de Pernambuco, por cometer o mesmo tipo de crime.Em Catanduva, onde morava há três anos, a delegacia de Defesa da Mulher apurou que muitas das vítimas eram abordadas na porta da escola onde estudam. Segundo a delegada, um dos exames de corpo delito comprovou que o acusado abusou sexualmente de um menino de 10 anos.Todos os menores e os responsáveis devem ser ouvidos nesta semana.
DISQUE:100
tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 11:01  comentar

De Maria Célia a 19 de Maio de 2009 às 15:40
Cadeira elétrica não é a noss realidade.
Precisam as leis ser mais severas para ficarem presos em hospital psiquiátrico pelo resto da vida porque é uma doença sem cura.
Se sairem voltarão a cometer os mesmos atos
Obrigada por sua visita
Maria Célia e Carmen

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
blogs SAPO