notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
7.1.09
RIO - Em 2009, a contribuição de Charles Darwin para a ciência e a humanidade será duplamente celebrada. Os motivos são as datas redondas de 200 anos do aniversário do cientista, em 12 de fevereiro e os 150 anos da publicação da "Origem das Espécies", em novembro.
Nas terras da rainha, os eventos em homenagem ao cientista se espalham por diversas localidades. E no Equador, bem, Galápagos não precisa necessariamente de um pretexto para atrair os visitantes interessados em conhecer de perto a fonte de inspiração para a teoria da evolução das espécies por seleção natural, que tanto influenciou a ciência .
Na Grã-Bretanha, o evento Darwin200 já é uma comemoração nacional. Até o final de 2009, museus, centros de ciências, institutos de pesquisa, companhias de danças e de teatro estarão realizando exposições, espetáculos, e eventos especiais para homenagear o cientista. Shrewsbury, a cidade-natal de Charles Darwin, terá além do festival anual em sua homenagem, que se prolonga pelo mês de fevereiro.
A data de aniversário de Darwin, 12 de fevereiro, terá eventos especiais em todo o país, destacando-se a inauguração do Darwin Memorial and Geo Garden, em Shrewsbury, a inauguração do percurso "Darwin Trail" no Zoológico de Edimburgo
Em Cambridge, onde Darwin matriculou-se como estudante de teologia, no Christ's College (Universidade de Cambridge), a cidade programou um festival de uma semana, de 5 a 10 de julho, com uma série de palestras, exposições e mostras de filmes discutindo o impacto das teorias de Darwin sobre a ciência, a literatura, a história, a filosofia, a teologia e a música. Na mesma cidade, o museu Fitzwilliam estará exibindo "Endless Forms: Charles Darwin, Natural Science and the Visual Arts", de 16 de junho a 4 de outubro uma mostra multidisciplinar sobre a obra de Darwin. Trabalhos de Landseer, Turner, Degas, Monet e Cézanne estarão expostos junto com fotografias, esculturas, fósseis e numa exibi que vai integrar arte e ciências naturais no século XIX.
Darwin morou na Escócia e iniciou seus estudos aos 16 anos sobre medicina na Universidade de Edimburgo, de 1825 a 1827. Em sua memória, a Talbot Rice Gallery também programa uma exibição especial em outubro.
O Museu de História Natural, em Londres, abriga boa parte do legado de Darwin. O museu estará exibindo até 19 de abril de 2009 a "Darwin Exhibition", reunindo objetos pessoais, fósseis e espécies zoológicas coletadas por Darwin durante sua viagem a bordo do HMS Beagle. (Ingressos a 9 libras, adultos; 4,50 libras, crianças. Diariamente, das 10h às 17h30m). Em setembro, o museu vai inaugurar uma ala nova dedicada ao cientista, é o Darwin Centre, com oito andares, que representa a maior expansão do museu desde 1881, quando foi transferido para South Kensington.
A jornada de descobertas e estudos pelos oceanos a bordo do HMS Beagle teve início em Plymouth em 1831, quando Darwin tinha 22 anos. Por isso, o museu local (Plymouth City Museum and Art Gallery) vai exibir entre 24 de janeiro a 18 de abril uma exposição sobre o tema, programando também diversas atividades paralelas com fins educativos. O navio retorno a Falmouth cinco anos após a partida.
Darwin se estabeleceu em Londres após a viagem no Beagle. De 1842 até sua morte em 1882, o cientista morou na região de Kent, subúrbio a cerca de uma hora da capital inglesa. A casa onde o cientista morou em Downe, perto de Bromley, em Kent, com a área de dez quilômetros quadrados em seu entorno, que Darwin usava como laboratório ao ar livre, é a candidata britânico no ano de 2009 à condição de Patrimônio Mundial. Atualmente, a casa é aberta à visitação pública. Ali, Darwin fez muitas de suas experiências enquanto desenvolvia sua teoria sobre a evolução das espécies por seleção natural. Localizada no bairro de Bromley, em Londres, a área candidata integra sua casa, o jardim e quintal de Dow House, os vilarejos vizinhos de Downe e Cudham e seus entorno. Seu corpo foi enterrado na Abadia de Westminster em abril de 1882.
Oxford foi o cenário do Grande Debate sobre evolução e religião, travado entre o escritor e biólogo Thomas Huxley, e o bispo de Oxford Samuel Wilbeforce. Os eventos comemorativos serão centralizados no Museu de História Natural da Universidade de Oxford.
Os eventos da programação especial sobre Darwin são apoiados por instituições de ensino britânicas, pelo Wellcome Trust, e o British Council.
Informações adicionais sobre os locais dos eventos e as comemorações:
Shrewsbury - www.discoverdarwin.co.uk.
Cambridge - www.darwin2009.cam.ac.uk.
Downe House, Kent - www.english-heritage.org.uk e www.darwinatdown.co.uk.
The Natural History Museum - Londres. www.nhm.ac.uk.
Departamento de Turismo Britãnico (Visit Britain) - http://www.visitbritain.co.uk/


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:40 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO