notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
28.1.09
RIO - Rodolfo Muanis, irmão do estudante de engenharia naval Victor Emanuel Muanis, que morreu vítima de um tiro quando conversava com amigos perto do bar Lanches Novo Centro , na Rua Sílvio Romero, na Lapa, divulgou nesta terça-feira uma carta pedindo que o crime não fique impune. Ele lembra que o caso ocorreu na madrugada do dia 16, mas apenas no dia 20, quando o rapaz morreu, foi feita perícia no local e o caso começou a ser investigado.
Um dos trechos da carta , divulgada durante a missa de sétimo dia, diz o seguinte: "Não sei o que pode ser feito, se podem colocar um promotor para acompanhar o caso, ou algo do tipo. Mas o fato é que meu irmão foi baleado na sexta-feira de madrugada e a polícia só resolveu investigar de verdade de onde veio o tiro quando ele faleceu, na terça-feira, e a imprensa noticiou o fato. Que país é este em que os crimes só são investigados para dar satisfação à mídia? É um absurdo. E agora que a notícia já sumiu dos jornais tenho medo de que a polícia, na sua morosidade, enterre as investigações se não ficarmos em cima. Eu vou à luta pelos meus direitos, que são de interesse de todos os cidadãos de bem".
O laudo da perícia do local e o resultado de balística devem sair esta semana. Quem tiver informações sobre o crime pode ligar para 2253 1177 (Disque-Denúncia) e 3399-5070 (7 DP).
No bar, acontecia um pagode que vem sendo motivo de protestos de moradores da região. A rua é uma das saídas do bairro de Santa Teresa em direção ao Centro da Cidade.
De baixo, é possível ver vários prédios que ficam de frente para o local onde aconteceu o crime. Na semana passada, o delegado Marcos Antônio da Silva, que preside o inquérito, disse não ter uma linha de investigação definida sobre as causas do crime, embora esteja investigando duas hipóteses mais prováveis.
- Nós ainda não temos fechada uma linha da causa que resultou na morte de Victor. É evidente que ele morreu do tiro. Há uma possibilidade de um tiro ter partido de cima de um prédio, mas também não podemos descartar a possibilidade de que algum entrevero ali perto envolvendo outro grupo possa ter causado o tiro. Nós estamos ouvindo testemunhas.
Na semana passada, ele disse que a hipótese menos provável é que o tiro tenha partido da favela do Fallet, que fica na região, embora fora do campo de visão da rua.

link do postPor anjoseguerreiros, às 08:51  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO