notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
26.5.09
No átrio da igreja de Nossa Senhora da Candelária, em Medellín (Colômbia), mulheres exibem camisetas com as fotos de parentes e empunham cartazes que condenam a violência e exigem justiça.

Como as mães argentinas, que há 30 anos cobram o paradeiro dos filhos que sumiram durante a última ditadura militar (1976-83), as colombianas repetem, há oito anos e meio, o ritual na igreja para chamar a atenção para o seqüestro ou desaparecimento de filhos e parentes.

Atualmente, não se sabe o paradeiro de 4.177 pessoas no país e outros 2.000 estão seqüestrados pela guerrilha ou por quadrilhas comuns. 90% dos episódios são atribuídos às Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), a poderosa rede paramilitar que começou a entregar as armas em 2003, e 10% às guerrilhas de esquerda, Farc e ELN.


Portal Aprendiz
link do postPor anjoseguerreiros, às 13:50 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO