notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
28.3.09
SÃO PAULO - A morte da menina Isabella Nardoni, jogada da janela do apartamento do pai, completa um ano neste domingo, mas somente agora começam os preparativos para o julgamento de seu pai Alexandre Nardoni e da madrasta Anna Carolina Jatobá, acusados do crime. Mesmo com recursos da defesa para protelar o júri popular, o promotor Francisco Cembranelli acredita que o casal será julgado no início do segundo semestre no Fórum da Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo, o mesmo onde foi julgada Suzane Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais.

Alexandre e Anna Carolina respondem por homicídio doloso triplamente qualificado e por fraude processual, pela alteração da cena do crime. Os advogados já entraram com 11 habeas corpus pedindo a libertação do casal. Oito foram negados e três ainda estão em andamento. Segundo a polícia, Isabella, de 5 anos, teria sido estrangulada e arremessada do 6º andar do edifício London, na Zona Norte de São Paulo.
Cembranelli disse que as testemunhas de acusação trouxeram ao processo detalhes importantes sobre o comportamento do casal. Ele só vai revelar todos os detalhes no julgamento, que deve demorar pelo menos dois dias. Ele diz ter munição para provar que o casal matou a menina. O processo tem 22 volumes e cinco mil páginas.
- Há muitos elementos novos, mas não posso revelar porque a defesa vai sair correndo atrás para tentar neutralizar. Não posso falar que tenho uma carta na manga, porque vou receber um milhão de telefonemas de pessoas que vão querer sondar. Mas tenho argumentação contundente e ótimo acervo probatório - disse Cembranelli.
No julgamento, o promotor vai reconstituir o dia do assassinato, 29 de março. Ele pretende refazer o percurso do carro do pai de Isabella no dia. Segundo a polícia, Isabella começou a ser agredida ainda no veículo, na volta da casa dos pais de Anna Carolina, em Guarulhos.
- Temos o percurso do carro, já que o veículo tinha rastreador. Sabemos se houve paradas do veículo e até se a ignição foi desligada. Temos detalhes do GPS e alterações de segundos da trajetória, de passagens por determinados pontos que serão exploradas no momento oportuno - diz o promotor.

Promotor relembra caso diariamente
O promotor Francisco Cembranelli relembra o caso diariamente. O processo é grande, com depoimentos longos. Entre junho e julho do ano passado, foram ouvidas 16 testemunhas de acusação e mais de 30 de defesa.
Cembranelli diz que existem muitos elementos no processo de como Nardoni e Anna Jatobá se comportavam. Segundo ele, Anna Carolina tinha personalidade forte, com alguns descontroles comprovados. Para o promotor, as testemunhas relataram situações concretas vividas com a madrasta de Isabella. Já as testemunhas de defesa tentaram mostrar o que nem mesmo o casal negou.
- Discussões corriqueiras tenho com a minha esposa. Nunca ninguém na vizinhança foi chamado para apartar brigas. Algumas pessoas disseram que a relação dos dois era maravilhosa, mas nem eles disseram isso. As pessoas vêm com o intuito de ajudar, mas acabam prejudicando.
Para Cembranelli, é evidente que os advogados de defesa querem que o caso caia no esquecimento. Mas ele diz que o crime será relembrado por ocasião do julgamento. Procurados, os advogados de defesa não quiseram se pronunciar.
O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão de primeira instância de levar Nardoni e Anna Jatobá a júri popular. Decidiu, também, manter o casal preso até o julgamento. Desde maio de 2008, os dois estão em cadeias de Tremembé (SP). Os dois parecem bem integrados à rotina da cadeia. Alexandre divide uma cela de 24 metros com quatro presos. Ele chegou a participar de aulas de música, mas acabou desistindo. Anna Carolina se dedica a orações em cultos evangélicos e ajuda na limpeza da cadeia.


link do postPor anjoseguerreiros, às 21:05 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO