notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
2.3.09
VIENA - O legado deixado pelo líder da ultradireita na Áustria Jörg Haider, morto em acidente automobilístico em outubro do ano passado, serviu como maior arma para que o seu sucessor ganhasse as eleições regionais de domingo na Caríntia. O importante estado foi governado por Haider durante 11 anos.
Gehard Dörfler, da Aliança Para o Futuro da Áustria (APFA), precisará agora de um parceiro para montar uma sólida coalizão, já que não alcançou maioria absoluta. Mas Dörfler se mostrou bastante satisfeito com a votação (45,6% do total), contra 28,6% da socialdemocracia, que ganhou as eleições presidenciais no ano passado, mas perdeu 10 pontos na popularidade na Caríntia.
A plataforma de Dörfler segue à risca a cartilha de Haider: uma mensagem xenofóbica e hostil à União Européia. A campanha na Caríntia foi marcada pelo tom racista.
Os socialdemocratas também perderam apoio nas urnas na região de Salzburgo, embora se mantenham como a principal força do estado. Mais uma vez, a ultra-direita, representada pelo Partido da Liberdade - fundado por Haider antes de criar o APFA -, obteve crescimento na popularidade: 13% do total dos votos (4,3 pontos a mais que o alcançado no pleito presidencial).



link do postPor anjoseguerreiros, às 11:26 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO