notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
3.5.09
Um comerciante de Itaporã (MS) manteve a filha de seis meses como refém neste sábado (2) durante oito horas.
Luciano Akira do Amaral, 33, ficou trancado das 14h20 às 22h40 no banheiro da casa onde mora, segundo a Polícia Militar. Após negociações com policiais, ele entregou a criança à ex-mulher.
Após a libertação, o bebê foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e passa bem, segundo a PM.
Amaral se separou da mulher há aproximadamente uma semana e isso pode ter desencadeado a atitude do comerciante, segundo a PM. O caso movimentou a cidade, além de curiosos, parentes e amigos do casal acompanharam todo o desenrolar do cárcere.
O drama começou quando a cunhada de Amaral levou o bebê para visitá-lo. Ao pegar a menina, ele se trancou no banheiro e começaram as negociações com homens da Força Tática da PM.
No fim da tarde, perto das 18h, o pai autorizou a aproximação de um policial militar para levar uma mamadeira à criança.
As negociações continuaram depois disso, o comerciante chegou a impor condições para se entregar, como a presença da mãe dele, segundo a PM. A mulher não pode ir até o local, mas ele conversou com uma irmã.
Depois de ser convencido de que a criança poderia ter complicações de saúde, caso permanece por mais tempo longe da mãe, Amaral desistiu, de acordo com a PM.
Acompanhado por uma advogado, o comerciante foi encaminhado para uma delegacia da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por cárcere privado.


fonte: Folha On Line
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:23  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
blogs SAPO