notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
10.1.09
SÃO PAULO - O aniversário de São Paulo, que é dia 25 de janeiro, já começa a ser comemorado neste fim de semana. O evento Aniversário Cultural de São Paulo levará uma série de espetáculos teatrais ao ar livre e de graça ao centro da capital. As peças vão contar a história da maior cidade do país de um jeito diferente.
As apresentações deste domingo começam às 9h30m, no Páteo do Colégio. Às 10h15m, o teatro ao ar livre acontece no Largo São Bento. Às 11h, o palco será a Praça do Patriarca e, às 11h30m, os atores do Aniversário Cultural de São Paulo se apresentam no Largo São Francisco.
- De uma maneira bem-humorada, os atores vão viver personagens históricos, teatralizando a história de São Paulo - afirma o autor do projeto, Márcio de Lucca.
Nesta sexta-feira, os atores fizeram o último ensaio.
- Nós estamos no Aniversário Cultural de São Paulo tentando revelar um pouco da história da cidade, um pouco da história do Brasil, utilizando esse cenário maravilhoso que São Paulo tem, com tantos sítios históricos, com tantos edifícios históricos - diz o diretor teatral Hugo Coelho.
Nos próximos fins de semana de janeiro, a programação também será intensa. Confira a seguir: Dia 18 de janeiro
9h30 - Teatro Municipal
Um comendador e sua mulher se preparam para a ópera que vai inaugurar o Teatro Municipal de São Paulo. Enquanto conversam, fazem revelações sobre a política e os bastidores da construção. Também participam do esquete alguns personagens da Semana de Arte Moderna, de 1922.
10h - Avenida São João
O ano é 1938, quando assume o prefeito Prestes Maia. Um jovem prestes a se mudar para São Paulo ouve conselhos do pai sobre a "cidade grande". Uma das recomendações é que o filho conheça o Cine Metro, na Avenida São João, e peça um autógrafo para o cantor Adoniran Barbosa, símbolo da cidade, que entra em cena interpretando o clássico Trem das Onze.
11h - Largo do Arouche
Pai e filha se aprontam para jantar no Largo do Arouche, que ganhou um toque francês depois que o prefeito Armando Arruda Pereira transferiu para lá o mercado de flores. Enquanto o pai insiste para ir à cantina O Gato que Ri e a filha briga para comer no La Casserole, a história do local vai sendo contada.
11h45 - Biblioteca Mário de Andrade
Tudo começa com a posse do novo secretário de Cultura de São Paulo, o poeta e escritor Mário de Andrade. Nos dias atuais, uma guia explica para um grupo de turistas os detalhes da história da Avenida São Luís, da Praça Dom José Gaspar e da Biblioteca Mário de Andrade. Dia 25 de janeiro
9h30 - Jardim da Luz
O projetista e administrador do Jardim da Luz entre 1900 e 1930 cuida do local quando aparece um corretor de imóveis dos tempos modernos interessado na compra do terreno e na construção de um shopping center. Para convencê-lo a desistir da idéia, o projetista recebe ajuda da pintora Tarsila do Amaral, que foi administradora da Pinacoteca do Estado.
10h - Júlio Prestes
Uma senhora do interior deseja saber se é na Estação Júlio Prestes que pode pegar o trem para Sorocaba, mas fica sabendo por um guarda que, agora, o lugar é sede da Orquestra Sinfônica do Estado. A peça mostra como a cidade mudou em 30 anos, por meio de um gostoso e divertido diálogo.
10h45 - Boca do Lixo
Dois operários caminham pela Rua Barão do Triunfo quando uma estrela de cinema se aproxima de um deles e o convida para fazer um papel de motorista em seu novo filme. A atriz desaparece como num sonho, o que leva os operários a relembrarem as produtoras de cinema da região, para onde migraram, anos depois, empresas de informática.
11h30 - Luz/Museu da Língua Portuguesa
Em uma envolvente e bem-humorada conversa entre passado, presente e futuro, representados por um coronel, um jovem estudante de engenharia e uma moça sedutora, a peça traz à tona a história da Estação da Luz, do Metrô e do Museu da Língua Portuguesa. Veja outras opções de lazer para este fim de semana
- Museu da Língua Portuguesa: de terça a domingo, das 11h às 16h, é possível fazer uma visita monitorada pelo museu. É uma boa oportunidade, já que ao longo do ano os monitores se dedicam mais às escolas que agendam o passeio. Saindo do museu, a dica é visitar as outras dependências da Estação da Luz. A estação foi inaugurada em 1901 e a estrutura dela foi trazida da Inglaterra. O passeio é uma maneira de conhecer um pouco da história da capital paulista no início do século passado, quando o café, que era transportado pela estação, transformou o estado de São Paulo em um dos mais ricos do país.
- Exposição Arquitetura, Luz e Cor: ela reúne 16 fotografias feitas pelo paranaense Valdir Lopes e destaca as belezas arquitetônicas da cidade de São Paulo. Vai até dia 31 de janeiro, no Sesc Vila Leopoldina. A entrada é franca.
- Mostra do Cinema Taiwanês: a programação conta com dramas, animações e documentários de Taiwan e deve movimentar o Centro Cultural São Paulo até o dia 18. A entrada é franca. Mas, atenção: os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência.
Ainda no Centro Cultural São Paulo, tem o 2º Manifesto da Mímica Total. Um dos espetáculos é em forma de gincana. O desafio dos atores é viver o equivalente a 72 anos. E há uma regra precisa: todo esse tempo só pode ser vivido em exatos 60 minutos.
- Show: Luiz Melodia apresenta o novo trabalho dele no Sesc Vila Mariana nesta sexta-feira, sábado e domingo. O "Negro Gato" mostra sambas das décadas de 30, 40 e 50. Os ingressos custam R$ 40.


link do postPor anjoseguerreiros, às 20:47 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO