notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
19.4.09
PORTO ALEGRE - O promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Novo Hamburgo, Eugênio Paes Amorim, pediu prisão preventiva da empresária Roselani Radaelli Picinini D´Ávila, 47 anos, e exame de DNA na sobrinha dela, Maria Francisca de Freitas, de 6 anos. Maria Francisca foi morta pela tia, que matou também a facadas a irmã e mãe da menina Rosângela Radaelli Picinini de Freitas, 45 anos, e o marido, Flávio Machado D´Ávila, 54 anos. O casal era dono de uma fábrica de calçados em Novo Hamburgo.
A coleta de material genético foi feita também no marido da empresária. O objetivo é que seja checada uma informação que chegou até a policia de que a menina poderia ser filha de Flávio com a irmã de Roselani. Oficialmente, a menina é filha de Rosângela com o médico obstetra José de Freitas Filho, que estavam separados.
Roselani teve a prisão em flagrante decretada na quarta-feira.
- Esses personagens são todos estranhos para mim. Se esta informação está circulando na cidade e o promotor se manifestou dessa forma acho que foi até salutar fazer o exame. Aí então comprovamos se é verdadeira ou não. Pode mudar o rumo do caso - diz o delegado responsável pelo caso, Nauro Osório Marques
Em depoimento, a empresária afirmou à polícia que sofria de depressão e havia matado o marido, a irmã e a sobrinha para não ser internada , conforme recomendação médica. O casal atravessava ainda uma crise financeira e estaria endividado.
Em cartas deixadas à família, Roselani afirma que mataria o marido, a irmã e a sobrinha e manifestou intenção também de matar a mãe.
O crime ocorreu entre a noite de terça e a madrugada da última quarta-feira. Roselani matou primeiro o marido. Depois, fez atividades cotidianas e levou a sobrinha para jantar no McDonald's . Informou que dormiria na casa da irmã e, durante a madrugada, matou a mãe e a criança.
Após os ataques, ela tentou suicídio, mas os ferimentos não foram suficientes para lhe tirar a vida.
Para o delegado Nauro Osorio Marques, da 2ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, os assassinatos foram premeditados.
Segundo ele, a prova é que a mulher telefonou ontem a um sobrinho dizendo para ele ir na manhã de hoje até o apartamento do casal para buscar um envelope. O plano, acredita Marques, serviria para que o corpo do marido dela fosse encontrado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 07:57 

De Anónimo a 19 de Abril de 2009 às 11:06
Que situação mais constrangedora para essa criança passar depois de morta.
Para todo efeito tem uma causa, e a resposta para tanta loucura pode vir dessa traição ( se realmente houve).
A assassina, e, se confirmando a vingança, não teve surto algum. Planejou com requintes de crueldade todos os detalhes de sua sórdida vingança.
Eu heim..........aff!!!!!!!

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO