notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
16.2.09

O programa Hoje em Dia fez uma chamada , semana passada, a respeito de matéria que iria ao ar esta semana, sobre inseminação artificial. Será que Brito Júnior irá citar o nome do médico Roger Abdelmassih, acusado de abusar sexualmente de suas pacientes?
Dificilmente. Afinal a jornalista Lilian Cristofoletti publicou a primeira reportagem denunciando o médico em 09 de janeiro. Faz tempo não? E, por falar nisso, por que será que ela não escreveu mais sobre o assunto? A mídia até hoje fala pouco; a Rede Globo simplesmente ignorou o assunto. Mas, nós continuamos aqui, incentivando a busca da verdade.
Muitas mulheres devem estar se questionando: "será que fará diferença mesmo o meu depoimento?" O que você acha leitor(a)?
Pessoalmente, acho que deve ser uma decisão difícil, pois cada pessoa tem que avaliar suas condições para enfrentar a questão, que não deve ser nada fácil.........
Outra leitora incentiva: "Por favor, não desista, seu depoimento é muito importante para nós. Certamente você sentirá um alívio em fazer a sua parte."
Essa mesma leitora, advogada , esclarece:
...a lei determina que o prazo para noticiar na delegacia o crime de abuso sexual é de 6 meses a partir da ocorrência do delito. Contudo, existem teorias (como tudo em direito) entendendo que esse prazo é maior, principalmente em crimes silenciosos, como é o nosso caso. Assim, o caso terá continuidade diante do entendimento da Juíza que receberá o inquérito para analisar.
... a participação É ESSENCIAL para ajudar e fortalecer outras mulheres que tiveram a coragem de buscar a justiça. De outro lado, o CRM não obedece o mesmo prazo e poderá punir com cassação do registro. TEMOS QUE NOS UNIR PARA QUE OUTRAS MULHERES NUNCA MAIS PASSEM PELO QUE NÓS PASSAMOS!!! "(Chrys)

Veja agora os últimos depoimentos postados no blog Anjos e Guerreiros.

Quem sabe eles façam diferença para VOCÊ, que ainda não se decidiu:

Olha conheci a falecida esposa desses mostro e sei que ela sempre contratava um investigador particular para investigar o marido, tentei saber o nome mais foi difícil, o único que sei que o mesmo é estrangeiro, assim não fica mais fácil, que sabe ele não tem revelações importantes a dar para não ficar todo na impunidade como sempre.Só espero justiça, pois sou mulher e se acontecesse comigo tomaria as mesmas atitudes dessas mulheres guerreiras.
15 de Fevereiro de 2009 20:06

Gostaria de deixar registrado o meu apoio para decisão da Ivanilde (primeira vítima a denunciar), embora estejam dizendo que ela é oportunista.Mesmo diante de tantas pedras, NÃO DESISTA. Nossa honra deve ser indenizada sim!!!, esse é um exercício de cidadania e quem tem confiança em si mesma, além de um desejo de manter a consiciência em paz fazendo um papel de ao menos tentar punir quem errou. A lei existe para isso.Nós que pagamos com o suor do nosso trabalho mais de 70 mil reais (como foi o meu caso) e ainda fomos submetidas a um horror temos que lutar para que a lei seja cumprida. Infelizmente, as nossas provas são frágeis, mas certamente a justiça tem meios de diferenciar os oportunistas das vítimas e apurar a verdade. EU SEI QUE É VERDADE. DEUS SABE QUE É VERDADE. DEUS TAMBÉM SABE O QUANTO SOFRI. Não se deixe abalar, as vítimas somos nós e não ele. Será que é justo pagar para ser abusada sexualmente e não fazer nada sob o manto de poder ser acusada de oportunista? Não, não vale, pois é exatamente isso o que ele quer, nos acusar de oportunistas para que ele seja a vítima.PESSOAL, pelo amor de Deus, esse homem nos molestou no momento mais frágil da natureza feminina e no momento mais sublime da vida, o momento da maternidade. É UMA COVARDIA!!!. Será que isso não é o bastante para que ele seja punido? A indenização não fuciona só como ressarcimento, mas também como uma punição para que ele sinta no bolso um pouquinho da dor que ele causou, pois a dor da nossa alma ele nunca conseguirá indenizar.FORÇA!!!
13 de Fevereiro de 2009 21:01

Maria Célia,Gostaria de lhe agradecer, pois pela sua coragem e de outras mulheres finalmente estive em São Paulo e consegui "abrir a ferida" novamente para denunciar o que ocorreu comigo em 2007. Foi muito difícil falar sobre isso. O Horror não foi muito diferente das demais pacientes e eu abandonei o tratamento na primeira tentativa apesar de ter pago por três.Finalmente voltei a viver em paz com Deus, pois consegui contar tudo ao meu marido e também fazer a minha parte para que isso não aconteça com outras mulheres. Agora posso orar tranquila.Agora tenho acompanhado o desfecho do caso nos blogs, pois só tive conhecimento das denúncias através da revista veja.Já enviei um e-mail para vocês e agora contem comigo, pois eu lhes devo o maior dos favores: Vocês devolveram a minha fé e meu amor-próprio!!!Chrys
9 de Fevereiro de 2009 15:57
comentários postados no blog de Paulo Lopes
Acho bom esclarecer que, ao contrário do que o grande público acredita, estas mulheres molestadas não ficaram quietas, simplesmente se lamentando, elas foram à mídia, fizeram boletins de ocorrência, avisaram os demais funcionários da clínica, contaram a seus parentes, alertaram outras possíveis vítimas, denunciaram ao CREMRSP, buscaram ajuda com outros médicos. Só no Ministério Público a coisa já rola há quase um ano. A Globo e o Estadão têm matérias prontas e editadas há mais de ano. Enfim, o que eu quero dizer é que se hoje podemos estar evitando novos casos de assédio por parte deste homem, é porque estas mulheres não ficaram caladas. Caladas estavam a Imprensa e a Justiça.
12:39

Cris disse...
Eu fui MOLESTADA por este monstro e não engravidei porque não quis continuar o tratamento. Na época também fui desencorajada a denunciar por advogados e amigos, pois não tinha provas e ainda me passaria por maluca com exposição nacional, além disso eu ainda poderia ser ré numa ação de dano moral. Agora o cenário mudou. São mais de 70 pessoas que sofreram nas mãos dele, juntas podemos provar. Se o Judiciário encontrar barreiras na lei para punir (digo na lei pois as provas são mais do que suficientes) eu espero que o CRM não encontre barreiras em seu Código de Ética e consiga cassar o registro dele, pois só assim poderemos proteger outros casais e fazer a nossa parte nesse mundo.Para aqueles que não acreditam só me resta lamentar e torcer para que não sofram o mesmo que eu sofri, e se desejarem tentar o farão com consciência de ser uma opção de muito risco emocional e financeiro. Fiz a minha parte na Delegacia e no CRM. Ah! Não sou frustrada, já fui sedada em vários procedimentos sem nunca ter agarrado qualquer dos meus médicos e nunca mantive contato com qualquer das vítimas, seja via internet ou qualquer outro meio. Ademais, agradeço a Deus todos os dias por ter me impedido de ficar grávida pelas mãos dele.Parabéns para rede Record.

Selma disse...
PARA O ALMIR:Não seja tolo ou ingênuo, meu amigo. Se 70 mulheres tão tendo toda essa polêmica em pauta, para acusar este digníssimo profissional, como você acha que cada uma delas se sairia isoladamente ? Não esqueça o país em que você mora. Aqui é o dinheiro e o poder mandam.Eu fui assediada pelo Roger. Fiz BO na época, que não adiantou nada. Procurei o Ministério Público, mas na época caí nas mãos de uma senhora que me desencorajou ao extremo a levar a situação a diante, em função dos atentuantes que o monstro teria. Até advogados, me falaram na cara, que se seria a minha palavra contra a dele pois não havia provas. Falaram que não adiantaria tocar o processo, pois ele famoso e poderoso como é, me taxaria como maluca...e provavelmente seria ouvido. Tenho certeza de que não fui só eu que tive essas barreiras. O próprio CRM, me disse que não havia nenhuma queixa contra o doutor e que se quisesse entrar com a minha, teria que enfrentar o todo poderoso sozinha, por anos e anos. Acorda, cara, as coisas não são tão simples quanto essa sua colocação quase pueril. A mídia sabe dessa barbaridade toda há anos e anos e nunca se dignou a pôr no ar.......acorda Alice, você não está no país das maravilhas.
15:05
Ivanilde,Mesmo diante de tantas pedras, NÃO DESISTA. Nossa honra deve ser indenizada sim!!!, esse é um exercício de cidadania e quem tem confiança em si mesma, além de um desejo de manter a consiciência em paz fazendo um papel de ao menos tentar punir quem errou. A lei existe para isso.Nós que pagamos com o suor do nosso trabalho mais de 70 mil reais (como foi o meu caso) e ainda fomos submetidas a um horror temos que lutar para que a lei seja cumprida. Infelizmente, as nossas provas são frágeis, mas certamente a justiça tem meios de diferenciar os oportunistas das vítimas e apurar a verdade. EU SEI QUE É VERDADE. DEUS SABE QUE É VERDADE. DEUS TAMBÉM SABE O QUANTO SOFRI. Não se deixe abalar, as vítimas somos nós e não ele. Será que é justo pagar para ser abusada sexualmente e não fazer nada sob o manto de poder ser acusada de oportunista? Não, não vale, pois é exatamente isso o que ele quer, nos acusar de oportunistas para que ele seja a vítima.PESSOAL, pelo amor de Deus, esse homem nos molestou no momento mais frágil da natureza feminina e no momento mais sublime da vida, o momento da maternidade. É UMA COVARDIA!!!. Será que isso não é o bastante para que ele seja punido?
20:56

Andréa disse...
Passei por situação muito similar a dessa moça, com o Dr.Roger. Mal acredito que finalmente o mundo todo está acordando. Exceto os comparsas do Doutor, claro, estes não acordarão nunca.
12:50

Sou uma das vítimas desse monstro e tenho tentado conservar a minha fé na justiça e no poder da comunicação para alertar a sociedade. Infelizmente, a rede de maior comunicação no país não quer dar o apoio que o caso merece e está abafando o caso. Por que será? Eu enviei vários e-mails para os jormais da globo e até agora nada. Já fiz a minha parte denunciando na Delegacia e no CRM, agora só me resta acreditar na justiça e acompanhar o desfecho, pois só assim impediremos que QUE OUTRAS MULHERES PASSEM POR ESSE HORROR!
16:53

Vania disse...
Fui abusada por esse monstro. Já sofri muitíssimo com essa estória. Tenho visto uma luz no fundo do tunel neste último mês, mas ainda não sei ao certo se realmente conseguiremos justiça. Já fui ao MP, já fui à Delegacia da Mulher. Tenho acompanhado esse blog diariamente. Agora começo a me divertir não só com a criatividade dos advogados do Dr Roger, mas também com a dos seus leitroes, Paulo. Esse anônimo das 10h39, saiu-se muito bem. Prá quem já passou por tudo o que eu passei, o jeito é rir um pouco e continuar cruzando os dedos pela jusitça.
11:05

EU FUI ASSEDIADA POR ESSE MONSTRO EM 2003, E TBEM PAGUEI PELA SEXAGEM (PROIBIDA NO BRASIL) E ELE NEM ME QUESTIONOU SOBRE ISSO, SOMENTE ME COBROU, NA EPOCA 1.500,00 DOLARES A MAIS PELA ESCOLHA DO SEXO DE MEUS BEBES. TENHO FILHAS GEMEAS DE 5 ANOS E NÃO SOU FRUSTADA E SIM MAIS UMA DE SUAS VITIMAS. PROCUREI A CLINICA POR INDICACÃO MEDICA E NÃO POR CAPRICHO.
15:09
link do postPor anjoseguerreiros, às 09:37 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO