notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
5.5.09
As fortes chuvas que castigaram Salvador desde o início da manhã até meados da tarde desta terça-feira, 5, causaram diversos transtornos à população. Pontos de alagamento e trânsito caótico foram apenas alguns dos problemas enfrentados. O mau tempo também gerou restrições nas operações no Aeroporto internacional Luiz Eduardo Magalhães, e alguns voos foram desviados e redirecionados para o aeroporto de Aracaju. A falta de estrutura na cidade gerou protestos em bairros como Mussurunga, Estação Pirajá, Cajazeiras, Lobato e Alto do Cabrito. Já na Paralela, motoristas foram assaltados por grupos que promoveram arrastões, aproveitando o engarrafamento.
Até o início da tarde, pontos de alagamento se espalharam pela capital. No Dique do Tororó, a água transbordou e invadiu o asfalto. O problema também foi verificado no Centro de Convenções, na entrada do Ogunjá, nas avenidas Centenário e Bonocô e no Rio Vermelho, deixando o trânsito lento. As águas chegaram a cobrir a roda dos veículos e carros quebrados ficaram pelo meio do caminho em diversas vias da cidade.
Na Pituba, a avenida Paulo VI ficou totalmente alagada, assim como as transversais Rua das Hortênsias e Rua Almirante Carlos Paraguassu de Sá. Nesta região, lojas que ficam abaixo do nível da rua fecharam as portas para que funcionários ajudassem a retirar a água de dentro dos estabelecimentos. Os pontos comerciais viraram abrigos para as pessoas que esperavam o temporal passar. A estudante universitária Lenita Fagundes, 43, permaneceu por mais de três horas com o veículo parado na Rua das Hortênsias, ao tentar buscar os netos no colégio.
Alunos do colégio Edvaldo Boaventura, na entrada do conjunto Vale dos Rios enfrentaram muita água na saída da escola. Na mesma região, carros foram levados pela chuva. Na avenida Tancredo Neves, os pontos de ônibus ficaram lotados. A capital ainda teve 6 desabamentos de muro, 44 deslizamentos de terra, 3 ameaças de desabamento de muro, 8 ameaças de desabamento de imóvel, 2 ameaças de deslizamento de terra, uma árvore caída e um alagamento na região de Mata Escura. Não há registro de vítimas.
Mau tempo - O mau tempo na capital baiana é provocado pela instabilidade no Leste e Norte da Região Nordeste, além da influência de nuvens que estão sobre o Oceano Atlântico. Até esta segunda, 4, choveu 52,1 milímetros da média para os meses de maio, que é de 349,5 mm, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e nesta quarta, 6, deve continuar chovendo.
Em caso de emergência, o cidadão deve ligar para 199 - a ligação é gratuita. A Defesa Civil recomenda que quem mora em área de risco fique atento a sinais de rachaduras, aumento repentino do nível de rios e riachos e inclinação de postes de iluminação e árvores.
Fonte: A TARDE ON-LINE

Chuva desaloja famílias e suspende aulas no Piauí; Teresina tem ponto facultativo

As chuvas que atingem áreas do Piauí desde o mês passado já afetaram cerca de 7.200 famílias em 21 municípios --aproximadamente 36 mil pessoas--, segundo balanço da Defesa Civil. As aulas foram suspensas nesta terça-feira na rede municipal de Teresina e nas escolas da rede estadual.
Em Teresina, onde a chuva afetou mais de 3.000 famílias, o prefeito Sílvio Mendes (PSDB) decretou ponto facultativo nesta terça para os funcionários do município. Com a medida, a prefeitura espera evitar congestionamentos e transtornos causados pelos alagamentos. Segundo a administração municipal, apesar do decreto, serviços essenciais funcionam normalmente.
O governador Wellington Dias (PT) afirma que decidiu suspender as aulas na rede estadual para evitar acidentes. Devido às cheias, estradas e pontes foram danificadas, postes e fios caíram.
As atividades também foram suspensas por 72 horas na Universidade Estadual do Piauí, nos campi localizados nas cidades de Teresina, Barras, Esperantina, União, Piracuruca e Luzilândia --a medida atinge 7.190 dos 14.190 alunos.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou ao Estado na manhã desta terça para visitar as áreas atingidas pelas cheias. Lula também visitará o Maranhão, outro Estado atingido pelas enchentes.
FONTE: FOLHA ONLINE
link do postPor anjoseguerreiros, às 16:49 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9






arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO