notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
3.4.09
SÃO PAULO - Professores estão descobrindo mais erros em apostilas distribuídas a escolas estaduais de São Paulo. Depois do mapa errado da América do Sul - com dois Paraguais e sem o Equador - professores de Ribeirão Preto dizem que uma das apostilas de história deste ano, por exemplo, informa que a chegada de Cristovão Colombo à América aconteceu em 1942 e não em 1492. Muitos professores estão desistindo de usar o material. Em algumas escolas, os próprios alunos estão assumindo a responsabilidade de corrigir manualmente os mapas errados da apostila de Geografia.
- Não tem como ficar seguro. Parece que fizeram um 'control C, control V' [comando de copiar e colar do computador] bem mal feito na internet - diz o professor de Geografia Cláudio Luiz da Silva.
Segundo ele, não houve ainda o recolhimento das apostilas erradas de Geografia e tudo indica que o material continuará sendo usado.
- Se eu comprar um par de sapatos e um for de numeração 40 e o outro 41, eu tenho que voltar lá pra trocar, não posso ficar com o par errado. E não interessa o quanto isso vai custar para a loja, o problema é do dono. Mas, no caso das apostilas, estima-se que seriam R$ 40 milhões de prejuízo ao governo - diz o professor.
A Secretaria de Educação do estado havia informado que as cerca de 500 mil apostilas seriam trocados e o custo seria da Fundação Vanzolini, que vendeu o material para o governo do estado.

Alunos consertam mapas
Alunos de 6ª série das escolas estaduais de Ribeirão Preto estão assumindo a responsabilidade de corrigir manualmente suas apostilas de Geografia. Até segunda-feira, dia 31, as apostilas não haviam sido recolhidas nas escolas da cidade.
A estudante Ana Laura Tiemi, da Escola Estadual Professor Rafael Leme Franco, disse que ela e os colegas de sala receberam orientação para que corrigissem o mapa. Ela mostrou os nomes incluídos a lápis em sua apostila.
- Existe um medo de que recolham os livros para trocar e demore, o que iria atrasar a matéria - disse Ana Laura.
Na Alberto Santos Dumont, a estudante Maria Eduarda Almeida Dias, também da 6ª série, afirmou que fez correção na semana passada a pedido dos professores. Segundo ela, ninguém falou em trocar os livros.
- A única coisa que foi dita é que deveríamos consertar o que estava errado - disse a aluna.
Já o seu colega de classe Bruno de Faria Magalini disse que não fez a correção porque faltou no dia em que os alunos receberam as orientações.
O professor Oswaldo Ferreira Alves Filho disse que não deixou de usar as apostilas, mas que fez uma rigorosa seleção do que será aproveitado em sala de aula.
A Secretaria de Estado da Educação reafirmou ontem que pretende recolher todas as apostilas com erro, mas não informou prazos. A pasta admitiu ainda que, eventualmente, alguns professores podem ter feito a correção manual da apostila de geografia.

O cronograma
14 de março - Professores da rede estadual reclamam de erros nas apostilas de geografia da 6ª série do Ensino Fundamental, distribuídas pelo Governo do Estado de São Paulo. O mapa da América Latina não tem o Equador e mostra o Paraguai duas vezes, uma delas no lugar do Uruguai, entre outros problemas. A Secretaria Estadual da Educação afirma que uma errata está disponível no site para os professores.
17 de março - A secretaria anuncia que irá recolher os livros e providenciar versões corrigidas para os alunos. Paralelamente, outros erros nas apostilas começam a ser apontados por professores.
19 de março - A secretaria determina à Fundação Vanzolini, responsável pela publicação, que refaça o trabalho, arcando com custos.
27 de março - O Estado anuncia a saída da secretária da Educação, Maria Helena Guimarãe s, a ser substituída por Paulo Renato de Souza.
31 de março - Alunos continuam com as apostilas erradas. Em pelo menos duas escolas, os estudantes foram orientados pelos professores a fazerem a correção do mapa a lápis.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:11 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO