notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
12.3.09
SÃO PAULO - O resultado de um exame médico pode provocar uma reviravolta no caso de Andresa Calixto Sales, de 35 anos, que estaria grávida de gêmeos. Há cerca de 15 dias, ela deixou a sala de parto, em uma maternidade de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, com apenas um bebê. O SPTV teve acesso, com exclusividade, a um exame que contraria o que foi divulgado até agora. Uma cardiotocografia realizada por Andresa num hospital da zona sul da capital, nove dias antes do parto, mostra a frequência cardíaca de apenas um feto. Em casos de gravidez gemelar, o laudo do exame mostraria dois gráficos, em vez de um como está no documento.
Até o momento, todos os exames apresentados por Andresa à polícia e ao Ministério Público apontavam uma gestação de gêmeos. A polícia também está investigando o caso e quer ouvir a equipe médica que fez o parto.
Nesta quarta-feira Andresa foi ouvida pelo Ministério Público. Segundo o promotor, Sílvio Loubeh, ela disse que fez exames em pelo menos três hospitais públicos e todos comprovaram a gravidez de gêmeos. Um ultrassom feito na véspera do parto mostra imagens dos bebês. O promotor disse que vai requerer os exames dos hospitais.
- O importante agora é conseguir os exames e mandá-los para a análise de peritos especialistas - afirma Loubeh.
A Secretaria Estadual da Saúde responsável pelo Hospital de Ferraz Vasconcelos informou que houve um erro no ultrassom.
- Pelo menos um exame, que está documentado, está equivocado. Agora o que a gente precisa é avaliar os outros exames, se é que existem, nos vamos avaliar oportunamente - afirma o assessor técnico da Secretaria de Saúde, Wladmir Taborda.
Andresa está internada num hospital de Itaquaquecetuba. No fim de semana, ela passou por um procedimento cirúrgico porque os pontos da cesariana se soltaram.

Família acredita em gravidez de gêmeos
A família de Andresa não duvida que de ela esperava gêmeos. De acordo com o marido dela, Rodrigo Triano, de 19 anos, todos os exames que estavam em poder da família já foram entregues ao Ministério Público e à polícia. Ele e outros familiares já prestaram depoimento. A equipe médica que participou do parto ainda deve ser ouvida. Sobre o depoimento de Andresa, Triano disse que ela revelou vários detalhes aos promotores.
- Ela contou, por exemplo, que pouco antes do parto, uma médica a examinou com um sonar e mostrou o batimento dos dois corações - afirmou Triano, que estava com a mulher, na tarde desta quarta-feira no hospital em Itaquaquecetuba. Ela só deve ter alta na próxima sexta-feira. - A gente quer saber o que ocorreu com o nosso filho. Ela foi internada à noite e nenhum familiar pode ficar. O médico pediu para a gente voltar às 9h do dia seguinte e, quando chegamos, o parto já tinha ocorrido, por volta das 8h40m. Às 9h20m, quando entrei na sala de parto, a médica ainda me mostrou o útero dela, que ainda estava aberto, dizendo que só tinha um bebê - afirma Triano.
O bebê Gabriel, que está com a avó paterna, foi registrado nesta terça-feira, quando completou 12 dias, na presença do advogado da família. Na próxima semana, ele deve passar por uma coleta de sangue para exame de DNA. O exame foi pedido pelo próprio Ministério Público em ação cautelar de produção antecipada de provas.


link do postPor anjoseguerreiros, às 08:05 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO