notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
24.3.09
Adolescente do Espírito Santo teve um bebê e conta que sofria abusos desde que tinha 4 anos

Viana (ES) - Foi transferido ontem para o Presídio de Segurança Máxima de Viana (ES) o mecânico de 44 anos que confessou estuprar a filha de 17 anos, com quem tem um filho-neto de 2 anos. O acusado foi preso sábado à noite, em Vila Velha, após denúncia anônima, e a adolescente contou que sofria abusos sexuais do pai desde que tinha 4 anos, o que lembra o caso do ‘Monstro da Áustria’, em que o pai abusou da própria filha por mais de 20 anos e teve com ela sete filhos-netos.
O mecânico capixaba confessou o crime, mas desmentiu a filha sobre o início dos abusos. “Comecei a ter relação sexual com ela com 12 anos e não com 4. Tudo começou com uma brincadeira”, afirmou. A jovem, porém, disse que o pai, drogado, a obrigava a fazer sexo oral quando criança, na própria casa, inclusive na cama dos próprios pais. O delegado Sérgio Melo disse que o homem também admitiu ter tentado induzir a filha ao suicídio quando soube da gestação. “Ele ainda revelou que tentou provocar o aborto da filha se jogando sobre a barriga da jovem quando ela dormia, quando a gravidez era de sete meses”, informou Melo. A família começou a desconfiar dos abusos depois do nascimento do bebê: o menino tem as mesmas feições do pai, o que despertou a suspeita.De acordo com a polícia, a jovem era mantida sob constantes ameaças de morte pelo pai. Em depoimento, ela contou que o acusado dizia que mataria a mãe e cometeria suicídio caso ela não mantivesse relações sexuais com ele. O mecânico disse à polícia que não sentia prazer com a mulher, apenas com a filha.A jovem contou que só descobriu a gravidez no sexto mês de gestação porque a menstruação sempre atrasava e que, quando contou ao pai que estava grávida, ele teria dito que a ela que deveria mentir e dizer que o filho era de um colega da escola que havia se mudado para a França. Ela afirmou que não se sente mãe e perdoou o pai.


fonte:http://odia.terra.com.br/portal/brasil/html/2009/3/pai_confessa_que_estuprava_a_filha_1909.html
link do postPor anjoseguerreiros, às 09:57 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO