notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
3.3.09
RIO - Lidar com as dificuldades para que não se multipliquem ao longo do ano deve ser um mandamento para quem vai prestar vestibular. Por mais árduo que seja estudar aquela matéria que deixa o cérebro fervendo, professores alertam que os estudantes não podem deixá-la se transformar num bicho-papão. Vinícius Fabrício Paranaguá de Moraes, de 18 anos, Mariana Gomes dos Santos e Alessandra Arruda Silva, ambas de 17 anos, sabem na ponta da língua quais as disciplinas em que terão que ralar mais para não se atrapalhar. Os três estudantes fazem parte da série da Megazine "Vida de vestibulando", que vai acompanhar a trajetória deles ao longo de todo o ano.
Para Alessandra, do Colégio Estadual André Maurois, no Leblon, história e física deverão ter atenção especial.
- Vou gastar mais tempo com essas matérias do que com as outras. Estou começando o ano cheio de professores novos e espero conseguir me adaptar ao método de ensino deles - diz ela, que pretende cursar Jornalismo.
Física e química também estão na lista de prioridades de Mariana. A aluna do CEL garante que não vai deixar passar nenhuma dúvida:
- Essas são as matérias que eu menos gosto de estudar e, por isso, meu desempenho varia. Mas isso também depende do conteúdo. Ano passado, eu tirei nota máxima numa prova de física porque gostava do assunto e, em outra, tirei uma nota baixa - compara ela, que ainda está decidindo entre Comunicação Social ou Direito.
Já Vinícius, que estuda no Colégio Pedro II do Centro, diz que sua maior dificuldade é em inglês. Para superá-la, está fazendo curso e tentando assistir a filmes no idioma.
Coordenador do curso Miguel Couto, o professor Helcio Gomes recomenda começar os estudos pelo que é mais complicado.
- O início do estudos é o momento em que a pessoa está com mais gás. Estude as disciplinas, no máximo, por uma hora e dê intervalos de 15 minutos, para descansar a cabeça. Quem é de humanas, por exemplo, pode começar por matemática e depois partir para história e geografia - sugere.
Com planejamento, é possível distribuir as disciplinas de maneira que o estudo daquela mais difícil seja tranquilo, na opinião do professor Rafael Cunha, do Colégio e Curso Ponto de Ensino:
- Quem planeja administra o tempo dedicado a cada matéria e pode tentar alternativas como estudar em grupo ou na escola, com ajuda do professor, aquela disciplina em que tem mais problema. Se a pessoa não sabe nada de física, isso tem que entrar no planejamento. No começo, será necessário dedicar mais horas a ela; aos poucos, será possível equilibrar melhor. Não pode postergar, pois a prova da Uerj é no primeiro semestre - diz.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:15 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO