notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
12.1.09
RIO - O professor Aliomar de Andrade Baleeiro Filho, que teria mutilado parte do dedo de uma aluna sua, Lara Modesto Teixeira da Fonseca, de 10 anos, em agosto do ano passado, na Escola Roma, em Copacabana, foi indiciado nesta segunda-feira pelo crime de lesão corporal dolosa (quando há a intenção de ferir).
Aliomar prestou depoimento na 12ª DP (Copacabana), que investiga o caso. Na delegacia, o professor negou que tivesse tido a intenção de ferir Lara, alegando que a porta que acabou decepando parte do dedo médio da menina teria atigindo suas costas quando a garota a abriu, batendo de volta na mão da estudante. A delegada titular da 12ª DP, Martha Rocha, pretende enviar o inquérito, até o fim desta semana, para o Ministério Público.
Segundo a Secretaria municipal de Educação (SME), o engenheiro Aliomar Baleiro Filho não pertence aos quadros de funcionários da rede. De acordo com a SME, ele é voluntário de um programa de apoio educacional, muito tradicional, do qual está afastado desde agosto do ano passado, quando aconteceu o incidente com a estudante. Ainda segundo informações da Secretaria municipal de Educação, o engenheiro voluntário dava aulas de reforço de matemática, as quais Lara Modesto da Fonseca frequentou até o fim do ano letivo.


link do postPor anjoseguerreiros, às 21:50  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO