notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
4.4.09
A colunista da Folha de São Paulo, Monica Bergamo, informou que o médico Roger Abdelmassih, amigo de Roberto Carlos, fez o meio de campo para que o cantor se apresentasse na Festa do Peão de Boiadeiro. "O pessoal do Hospital de Câncer de Barretos me pediu e eu ajudei. Liguei para o Roberto, que disse: "É um pedido seu que quero atender'", diz Roger. Outros cantores e amigos do rei, como os sertanejos Chitãozinho, Xororó e Leonardo, ligaram para fazer o mesmo pedido.


Enquanto isso, o médico está sendo acusado por mais uma vítima; agora também de erro médico.



Desta vez, o MP (Ministério Público) do Estado de São Paulo abriu nova investigação porque a denúncia inclui um suposto erro médico.
A estilista e escritora Vanúzia Leite Lopes disse à CBN que em 20 de agosto de 1993 teve de ser internada às pressas no hospital Albert Einstein, em São Paulo, com infecção no sistema reprodutivo.
Uma semana antes ela tinha sido submetida a uma implantação de embrião na clínica de Abdelmassih, embora o médico tenha constatado na ocasião que ela estava com cisto ovariano com indício de infecção. Esse teria sido o erro dele. O implante não pode ocorrer nessas circunstâncias.
A infecção agravou-se após o implante porque o médico teria abusado sexualmente em várias posições de Vanúzia, que estava com o organismo debilitado. Ela disse que percebeu o abuso ao acordar da sedação.
Um dos advogados do médico nega ter havido violência sexual e diz estranhar que Vanúzia faça a denúncia somente agora, passados 15 anos, no momento em que o especialista está sendo acusado por outras ex-pacientes.
Vanúzia argumenta que em 1993 abriu um B.O. (Boletim de Ocorrência) e que as investigações não progrediram e não foi por culpa dela.
No começo de março, depois de insistência, o advogado de Vanúzia obteve da clínica um relatório com a assinatura do médico sobre o estado clínico dela na época da fertilização. O documento confirma que ela estava com um cisto infeccioso.
O B.O. e o relatório foram anexados aos documentos da nova investigação, que é, segundo o promotor Luiz Henrique Cardoso Dal Poz, de “natureza criminal”.
Vanúzia conta que quase morreu. Nos dez dias em que ficou no hospital, parte dos quais na UTI, ela foi submetida a uma limpeza de órgãos como o rim, atingido pela infecção, à amputação das duas trompas e à extração de abscessos, além de perder parte do ovário direito. “Fiquei estéril.” Até hoje sente dores e sofre de depressão, diz.
O médico está sendo acusado por mais de 60 ex-pacientes de abuso sexual. Pelo menos uma delas afirma que foi estuprada. A polícia civil e o Ministério Público estão investigando, e os advogados do especialista deverão apresentar até o final do mês uma defesa.
Abdelmassih é o mais conhecido especialista em FIV (fertilização in vitro) do país. Ele conseguiu projeção por ser o médico de ricos e famosos, como Roberto Carlos. Ainda hoje (4, sábado), Mônica Bergamo, da Folha, informa que o ele foi uma das pessoas que convenceram o cantor a se apresentar na Festa do Peão de Boiadeiro.
Folha de São Paulo
link do postPor anjoseguerreiros, às 19:03  comentar

De Anónimo a 7 de Abril de 2009 às 16:36
Que nojo!! Espero que a clínica feche suas portas, mas infelizmente tenho pena dos funcionários que não tem culpa disso.
Dizem por aí que ele não está mais pagando os funcionários. Vocês acham sinceramente que o dinheiro dele acabou de uma hora para outra e que ele não tem capacidade de pagamento aos funcionários?
Fala sério! Isso é jogada de advogado para provocar pena, para influenciar a opinião pública com a imagem de coitadinho: Olha o que fizeram com a clínica! Empregados sem salário, pesquisas sem incentivo! (sic)
Além disso, ele utilizará como estratégia a desclassificação do testemunho dos empregados alegando que eles estão com raiva porque estão com salários atrasados e por isso estão testemunhando contra. Ele já deve ter enviado seus Dólares para o exterior, já deve estar se desfazendo dos bens e vai deixar os empregados na mão, assim como as vítimas que merecem ser ressarcidas e indenizadas.
Atenção autoridades judiciárias não deixem isso ocorrer!!! Vítimas, amigos das vítimas e adeptos da justiça e da verdade, temos que fazer algo, gritar na mídia, incentivar a colheita de provas, procurar provas e cobrar maior rapidez na apuração do caso.
Empregados da clínica: Vocês não tem culpa, mas podem colaborar com a verdade e com a justiça. Não se calem, pois a consciência de vocês reclamará.

De carmen a 8 de Abril de 2009 às 10:09
Agradecemos sua solaboração e colocaremos seu comentário em destaque, para que outras pessoas possam se sentir incentivadas a lutar para que este caso não acabe impune.
Abraços
Carmen e Maria Celia

De Anónimo a 23 de Abril de 2009 às 00:17
e ai como esta o caso, por favor deem noticiaa.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
blogs SAPO