notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
24.3.09
RIO - A secretaria de Segurança afirmou na manhã desta terça-feira que a polícia vai realizar uma operação de varredura para tentar localizar traficantes que estariam escondidos em mata do entorno da Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana. Todas as saídas da favela estão cercadas, e ninguém entra ou sai da comunidade sem ser revistado. O Batalhão Florestal da Polícia Militar também vai ajudar no reforço do patrulhamento na região com cães farejadores.
Durante a madrugada, segundo a PM, não houve confronto na região, mas o patrulhamento foi mantido. A polícia reforçou ainda o policiamento no Pavão-Pavãozinho, para onde traficantes teriam fugido. Na segunda-feira, o cerco policial a traficantes da Rocinha que tentaram invadir no sábado a Ladeira dos Tabajaras espalhou pânico por cinco bairros do Rio. Doze suspeitos foram presos e pelo menos cinco bandidos morreram. A região foi cercada e houve troca de tiros . Comerciantes fecharam as portas e o trânsito ficou interditado nas ruas próximas. O Túnel Velho, que liga Botafogo a Copacabana, ficou fechado por alguns minutos. Carros, dois prédios e um ônibus com passageiros foram atingidos por tiros. No total, cinco suspeitos saíram feridos nos confrontos com a PM na segunda. A Polícia Militar apresentou, no fim da tarde, dez dos doze suspeitos presos . Com os homens, foram apreendidas dez pistolas, três espingardas, duas metralhadoras, um revólver, uma escopeta, uma carabina, onze granadas e três fuzis, além de mantimentos, mapas e dinheiro. Esse é o quarto dia consecutivo de operações na comunidade.Desde a noite de sábado moradores vivem momentos de tensão devido à disputa entre grupos de traficantes rivais. No domingo, o confronto mais intenso durou cerca de dez minutos, quando traficantes da Rocinha tentaram invadir a comunidade, assustando moradores de Copacabana, Fonte da Saudade e Humaitá. A polícia realizou operações na favela e montou pontos de revista nas principais entradas da favela. Na segunda, durante todo o dia a polícia esteve no local em busca de criminosos. Cento e vinte policiais de 11 batalhões participaram da operação. O Bope foi chamado à tarde para reforçar o patrulhamento. De acordo com a polícia, agentes vão permanecer no local por tempo indeterminado.


link do postPor anjoseguerreiros, às 11:04  comentar

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
blogs SAPO