notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
31.3.09
RIO - Policiais do Grupo de Investigações da 6ª DP (Cidade Nova) prenderam, no fim da noite de segunda-feira, Augusto César de Souza, de 28 anos, suspeito de ter assassinado a estagiária da Caixa Econômica Federal Karla Leal dos Reis, de 25 anos , morta com um tiro durante um assalto na noite de domingo, no bairro do Estácio. Augusto tem sete passagens pela polícia por furto, roubo e atentado ao pudor, esteve em cinco unidades prisionais e já havia cumprido pena de quatro anos de prisão. Ele estava em liberdade condicional há quatro meses. Em entrevista à Rádio CBN, o delegado responsável pelas investigações, Rodolfo Valdeck, afirmou, na manhã desta terça-feira, que não há dúvidas de que Augusto seja o assassino da jovem.
- A investigação concluiu que ele (Augusto César) é o autor do disparo que resultou na morte de Karla. Agora vamos tecer as provas - afirmou o delegado.
Ainda segundo o delegado, Augusto César vai responder por latrocínio (roubo seguido de morte). Se condenado, ele poderá pegar de 20 a 30 anos de prisão. A polícia disse ainda que o suspeito usou crack antes de assaltar a jovem. No entanto, Augusto contou, em depoimento, que não usa drogas desde que deixou a penitenciária de Bangu II.
Augusto negou a participação no assalto. Durante seu depoimento, ele disse que estava em Coelho Neto, visitando a mãe, mas foi desmentido pela namorada, que também prestou depoimento, e afirmou que Augusto passou o domingo na Praça da Cruz Vermelha.
Na manhã desta terça, a Polícia Civil apreendeu dois suspeitos de terem participado do crime, mas eles não foram reconhecidos pelos pais da vítima. Agora a polícia continua as investigações em buscas dos outros dois criminosos do assalto na noite de domingo.
Augusto César ficará preso, preventivamente, por 30 dias, durante os quais as investigações continuarão. Ele confirmou que é usuário de drogas e que raspou o bigode na manhã de segunda-feira, poucas horas depois da notícia sobre a morte de Karla ser divulgada. O preso disse ainda que trabalha como camelô e é morador de rua. A arma utilizada para matar Karla não foi encontrada.
Segundo a delegada Juliana Rattes, que interrogou Augusto César por mais de quatro horas durante a madrugada desta terça, ele foi reconhecido pela mãe da vítima, que esteve na delegacia após a prisão de Augusto. De acordo com o blog Casos de Polícia, do site do jornal "Extra", a mãe de Karla perdoou o assassino da filha. A falta de quatro dentes na arcada dentária superior foi uma das características do suspeito que levaram os pais de Karla a reconhecerem Augusto César como o assassino da filha.
Augusto Cesar de Souza foi preso por volta das 22h de segunda-feira na Praça da Cruz Vermelha. Um retrato falado feito pelos pais de Karla ajudaram nas investigações. Os outros dois presos também foram encontrados na Praça da Cruz Vermelha.
A jovem, que completou 25 anos no sábado, se formaria no final do ano. Segundo um pastor amigo da família, ela sairia na segunda-feira com o pai para comprar um presente de aniversário. Ainda de acordo com o pastor evangélico, o pai da jovem, o porteiro Carlos Antônio Reis, trabalhava muito para pagar a faculdade particular da filha. O corpo de Karla foi enterrado na tarde de segunda, no Cemitério do Catumbi


link do postPor anjoseguerreiros, às 19:17 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO