notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
26.2.09
A secretária estadual do Meio Ambiente, Marilene Ramos, encaminhou hoje ao governador Sérgio Cabral minuta de decreto exigindo que as lojas que vendem lâmpadas fluorescentes sejam obrigadas a ter recipientes para sua coleta, quando descartadas ou inutilizadas. Em recente pesquisa feita pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, do Ministério das Minas e Energia (Procel), o Brasil ocupa a 10% posição entre os maiores consumidores deste tipo de lâmpada. Em 27% dos lares brasileiros, seu uso reduz cerca de 80% no consumo de energia e auxilia no combate ao aquecimento global. Por ser considerado um resíduo tóxico devido a presença de certo metais pesados na sua composição (como mercúrio, cádmio e chumbo), o descarte destas lâmpadas é considerado nocivo ao meio ambiente e à saúde humana. Ao ser rompida, a lâmpada fluorescente, por exemplo, emite vapores de mercúrio que são absorvidos por organismos vivos. Além disso, o descarte em aterros faz com que estes resíduos contaminem o solo e mais tarde os cursos d’água. Segundo dados da Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas (ABCM), o país consome 100 milhões de lâmpadas fluorescentes por ano e apenas 6% passam por algum processo de reciclagem.


tags:
link do postPor anjoseguerreiros, às 21:56 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO