notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
7.4.09

RIO - A polícia já identificou os traficantes envolvidos num esquema de exploração sexual em nove bairros das zonas Norte e Sul do Rio. De acordo com a titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), Maria Aparecida Mallet, vários mandados de prisão foram expedidos e, em breve, a polícia deve fazer operações para prender a quadrilha.
- Vários já foram identificados, e já foram pedidos os mandados de busca. A fiscalização vai continuar, e nós vamos partir para o confronto - afirmou a delegada em entrevista à Rádio CBN.
De acordo com a delegada, além dos traficantes envolvidos no esquema, a polícia investiga ainda milicianos. O Ministério Público acompanha as investigações.
A exploração sexual de menores como nova fonte de renda do tráfico foi revelada sábado pelo GLOBO na reportagem que mapeou a atividade em nove bairros das zonas Sul e Norte do Rio. Com jornadas de até seis programas numa mesma noite, adolescentes e crianças recebem pequenas quantias para fazer sexo em hotéis, dentro de carros e até mesmo em calçadas com iluminação ruim. Meninas e meninos ouvidos pelo GLOBO disseram ser obrigados a pagar até R$ 50 por dia a traficantes.
Menores prostituídos contam que seriam obrigados a pagar R$ 10 por noite de propina a policiais. Uma menor atendida em unidade do Rio contou que é explorada sexualmente por traficantes, sendo obrigada a fazer programas em troca de R$ 1,99 e crack . De acordo com o coordenador do Núcleo de Direitos Humanos da Secretaria municipal de Assistência Social, Marcelo Cunha, a exploração sexual infantil tem crescido por causa do uso de crack pelos menores. ( Vídeo: MP pede que população denuncie )
Para diminuir a incidência de jovens que deixam os abrigos e voltam para as situações de risco, os pais passarão a ser tratados como parte do problema. A Secretaria municipal de Assistência Social anunciou que, ainda este mês, cada Centros de Referência da Assistência Social (Cras) terá uma Escola de Pais, onde os responsáveis por menores em abrigos receberão entre três e seis meses de palestras e acompanhamento de psicólogos e assistentes sociais.( Leia mais: OAB cobra ação do Ministério Público sobre menores aliciados por traficantes no Rio )



link do postPor anjoseguerreiros, às 07:59 

De Maria Célia a 7 de Abril de 2009 às 17:14
Os traficantes todo sabem que são pesoas sem coração, sem escrúpulos.
Donos de hotéis, funcionários e outros...todos iguais.
E os pais que fingem que não estão vendo?
Deve ser uma ajudazinha a mais em casa.
A coisa tomou um rumo e um tamanho que está difícil de segurar.
Obrigada por sua informação
Maria Célia e Carmen

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO