notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
18.3.09
RIO - Há dez anos, Bruno Roberto Flórido Dutra chegou em casa, trocou de roupa e seguiu de moto para o colégio. Nunca chegou lá: com os reflexos lentos por causa do cansaço e da bebida, bateu na traseira de um caminhão e ficou paraplégico com apenas 18 anos. A partir desta quinta-feira, Bruno e mais 29 pessoas que perderam parte dos movimentos em acidentes de trânsito nos quais o álcool teve influência vão para as ruas contar suas histórias em bares, restaurantes, quiosques e praias do Rio, de Niterói, São Gonçalo e cidades da Baixada Fluminense. O grupo faz parte de uma nova campanha do governo do estado para fazer cumprir a Lei Seca no Rio.
A ideia de recorrer aos portadores de deficiência surgiu após a Secretaria estadual de Governo ouvir especialistas de entidades como a Sociedade Brasileira de Ortopedia. As vítimas de acidentes também vão acompanhar as blitzes feitas pelo Detran e pela PM com bafômetros.
A nova estratégia começa justamente num momento em que os motoristas já não estão mais tão cautelosos em relação ao risco de ter a carteira de habilitação suspensa por um ano e ser multados em R$ 955, como prevê a lei federal 11.705 (Lei Seca), em vigor desde junho de 2008. Mesmo depois de 162 já terem perdido temporariamente o direito de dirigir nos últimos nove meses, estatísticas mostram que o número de acidentes graves voltou a crescer.


fonte:http://oglobo.globo.com/rio/transito/mat/2009/03/17/lei-seca-vitimas-de-acidentes-farao-campanha-754880953.asp
link do postPor anjoseguerreiros, às 12:51 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO