notícias atuais sobre saúde, violência,justiça,cidadania,educação, cultura,direitos humanos,ecologia, variedades,comportamento
26.2.09
RIO - Em breve a coroa da Estátua da Liberdade, principal cartão-postal em Nova York, pode voltar a receber visitantes. Desde os ataques de 11 de setembro, o acesso ao topo da coroa está fechado por razões de segurança, mas agora, um grupo de congressistas liderado pelo secretário do Interior, Ken Salazar, está empenhado em reabrir o acesso à 'jóia da Coroa' - as janelinhas lá no topo de Miss Liberty.
Um estudo encomendado pelo National Parks Service, no fim de 2008, à empresa Hughes Associates, com previsão de ser concluído em abril, vai determinar quais mudanças seriam necessárias para que o interior da estátua, inclusive sua coroa, fique de acordo com os códigos de segurança e prevenção de incêndios. E para minimizar os riscos para visitantes e as equipe operacional e de emergência. O National Parks Service é o responsável pela administração do monumento.
O estudo avalia as alternativas e a estimativa de custos para garantir o acesso do público. Atualmente, os visitantes podem ficar apenas na base do monumento e no Museu da Imigração, que fica em Ellis Island, mas que integra o Liberty National Monument junto com a estátua.
A razão principal para a coroa permanecer fechada é o seu acesso, feito apenas por uma estreita escada espiralada, de 168 degraus. O Serviço Nacional de Parques dos EUA julgou que, se ele fosse reaberto nas atuais condições, o risco, em caso de necessidade de retirada de emergência do público, seria elevado.
Hoje, para visitar o interior da estátua, apenas até um determinado ponto em seu pedestal, é preciso ter o passe Monument Access - um sistema de reserva antecipada, implementado pelo Serviço de Parques Nacionais. O passe está disponível de graça, na empresa que opera o ferry que faz o percurso a partir do Battery Park, ao sul de Manhattan, a Statue Cruises (www.statue cruises.com). O número de ingressos é limitado, e o visitante deve estar preparado para revistas de segurança.
Em visita recente ao monumento, Salazar reafirmou sua determinação em reabri-lo integralmente.
- A Estátua da Liberdade é um símbolo singular. A coroa deva ser reaberta ao público, se possível - disse ele à imprensa americana. - Vamos explorar todas as oportunidades de reabrir o acesso à coroa - prometeu. - Seria dizer ao mundo, figurativamente e literalmente, que o caminho da luz da liberdade está aberto a todos.
A iniciativa tem o apoio da organização que cuida do marketing e do turismo da cidade, a NYC& Co, segundo Christopher Heywood, vice-presidente de relações públicas para turismo e seu porta-voz:
- Reabrir a coroa devolveria aos visitantes e moradores a oportunidade única de aproveitar a beleza de um dos nossos mais adorados e representativos pontos de referência.
Logo depois dos ataques de 11 de setembro de 2001, o National Parks Service fechou totalmente a estátua e a Ellis Island para visitas. O Museu da Imigração e a Liberty Island foram reabertos em 20 de dezembro no mesmo ano. O acesso ao pedestal da estátua, somente em 2003.
Leia também: Site e novo centro de informações turísticas com recursos interativos ajudam a programar roteiro em Nova York Serviço:
O transporte de barco à Estátua da Liberdade e o Museu da Imigração em Ellis Island é feito pela empresa Statue Cruises (www.statuecruises.com).
O programa requer um pouco de paciência do visitante para enfrentar os procedimentos de segurança americanos. Para vencer a fila de controle de segurança, deve-se esperar ao menos meia-hora. Recomenda-se que o visitante faça suas reservas antecipadas.
Para quem visita apenas o entorno da base da estátua ou o museu da Imigração, não é necessário ter o Monument Access. Para esta visita, o Reserve Ticket, custa U$ 12 (adulto); US$ 10 (senior) e US$ 5 (criança). Para quem prefere o tour com áudio: adulto (US$ 20); senior (U$17,25); criança (US$ 12,25). O Reserve Ticket permite que o visitante tenha prioridade de atendimento na área de controle de segurança. Reserva:
CityPass - Quem tem o City Pass pode fazer a visita à Estátua da Liberdade/ Ellis Island combinada a outras cinco outras atrações na cidade (Observatório do Empire State, American Museum of Natural History, Metropolitan Museum of Art/ The Cloisters, Museum of Modern Art e Guggenheim Museum). O CityPass custa U$ 77 (adulto), US$ 57 (12 a 17 anos) para uso ao longo de nove dias. O CityPass não inclui o Monument Pass que estende o passeio ao interior da Estátua.



link do postPor anjoseguerreiros, às 08:19 

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar
 
colaboradores: carmen e maria celia

Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9




arquivos
subscrever feeds
blogs SAPO